domingo, 22 de fevereiro de 2009

Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas... continuarei a escrever. (Clarice Lispector)

Sempre gostei de escrever. A escrita para mim vai muito alem do simples juntar de letras. A escrita para mim é um registro, minha historia desenhada e guardada para quem um dia se interessar em ler.
Talvez essa vontade de escrever e registrar minha historia tenha vindo da minha falta de historia. Nós pretos e pretas sabemos muito bem a dor de passados sem registros a espera de historia de vidas que foram omitidas... Histórias do nosso povo, nossos ancestrais, nossa cultura, nossos irmãos e irmãs que lutaram por uma sociedade mais justa e igualitária, sem o racismo, preconceito, machismo e outros males que ainda permanecem em nossa sociedade.
Comecei a escrever muito cedo, para quem sabe com isso reencontrar a minha historia ou dar inicio a uma história para que meus filhos, netos, bisnetos ou qualquer um que se identifique pudesse ter como um ponto de partida. De inicio a escrita para mim era uma tentativa de
autoconhecimento (escrever, escrever, escrever... para reler e tentar entender). Mas agora percebo que a escrita pode ser muito mais que isso.... A escrita pode ser uma das minhas ferramentas de luta (contra o racismo, a desigualdade social, o machismo, o sexismo, a violência contra a mulher...).
O objetivo desse blog é construir mais um espaço de debate e discussão sobre questões que envolvem principalmente a mulher preta. Noto, ao tentar buscar pela internet, que ainda é muito complicado encontrar blogs e sites que falem sobre a condição da mulher preta em nossa sociedade. Todavia sei que existem muitas lutas em que todos nós devemos prestar solidariedade e por isso tentarei abordar outros assuntos pelo qual me solidarizo e contribuo com minha luta diária.
Não me considero uma militante. Sei que ainda tenho muito que aprender... Por enquanto me classifico como uma mulher preta que busca construir e fortificar cada vez mais sua identidade, contribuindo (talvez de forma mínima ainda) na luta contra tudo o que nos oprime.

Quem eu sou!??


VOCÊ É ESPELHO DO QUE VOCÊ GOSTA... ENTÃO EU SOU: mulher preta, família, militante, laranja, blues, TIM Maia, banho de chuva, lua cheia, batata frita, olhares, sorriso, trança, preto, abraço, beijo, amasso, cama, pica pau, Clarice Lispector, Fernando Pessoa, miojo, vermelho, roxo, tentação, girassol, futebol, arroz com feijão, brincos de argola, madrugada, brigadeiro, soverte de flocos com sensação, um bom perfume, camiseta, liberdade, declarações, letra de musica, papear com os amigos e amigas, carta, bolo da minha mãe, internet, educadora, elogios, tic tac, o azul do mar, sonho de valsa, abacaxi azedo, lagrimas, solidão, multidão, Butantã, rasteirinha, a cura, Chaves, bolinho de chuva, fotos em preto e branco, vinho quente, céu estrelado, Rio Pequeno, jazz, feliz ano velho, Discovery, massagem, brilho labial, Black, incenso, lugares novos, bons momentos, banho quente, lembranças, queijo, leite quente, ter o controle, sexo, pavê, passeios pelo Pontal do Paranapanema, conchinha, esmalte escuro, meia luz, aquário, inverno, pão com mortadela, todo mundo odeia o Cris, trufa, estar apaixonada, pensar, pensar, entrar em crise, sair da crise, meu estilo, café, poesia, companheirismo, macarrão, creme para o corpo, falar , falar e falar, salsicha, pessoas inteligentes, Ra-tim-bum, aconchego no peito, acordar sem ninguém me chamar, lápis de sobra, sorriso, meu cabelo, surpresas, samba de raiz, estar feliz, um dia que termina bem, saudades, amores para recordar, molho verde, sabonete, chá mate, reencontro, amores, sabores, ser desejada, olhar para o nada, desenho animado no cinema, pimenta, pão com manteiga, escrever, escrever e depois reler para tentar entender, ser lembrada, dormir ouvindo musica, tomar minhas próprias decisões, ser corajosa, pijama e meia, receber visitas, achar respostas, segurança, um bom desafio, ficar em casa, Pequeno Príncipe, Ray Charles, pizza de madrugada, ficar sem fazer nada....ENFIM...