segunda-feira, 22 de agosto de 2011

QUE HOMEM REALMENTE GOSTA DA MULHER PRETA NESSA SOCIEDADE!?

Este é um texto inacabado e a idéia é torná-lo um texto coletivo. Por isso gostaria que quem lesse continuasse esse desabafo. Fique a vontade para me mandar a opinião por e-mail ou através do comentário.

“Realmente fico me perguntando se tem homem nessa cidade que goste de mulher preta. Pergunto-me e só vejo que a pergunta faz sentido quando estou do lado das irmãs de cor. Quando dialogo sobre o assunto com as amigas brancas, em geral, a coisa fica no tom do "isso é coisa de sua cabeça". Mas não é não. E também nem tudo é da área do "quando você se sente bonita as pessoas te notam". Não é só isso...”.

(

Mônica Santana).


Relendo esse desabafo da Mônica fiquei pensando em quantas de nós, irmãs pretas, tivemos essa sensação de “Não Lugar” durante a nossa vida? Quantas de nós lutamos diariamente contra as feridas provocadas pelas manifestações do racismo em nossa auto-estima? Quantas de nós já choramos diante do espelho nos sentindo feias, desejando ter nascido como as princesas dos contos de fadas? Quantas de nós já se perguntaram qual é o nosso lugar nessa sociedade? Como somos vistas, entendidas, compreendidas e amadas pelos homens dessa sociedade?

Faço meus o desabafo da Mônica: “Será que tem homem nessa sociedade que goste realmente de mulher preta?” Sei que muitos que lerem esse texto acharão que o que eu escrevo é exagero. Mas quando questiono se existe homem que realmente goste de mulher preta nessa sociedade me refiro ao gostar de forma simples e pura. Um gostar que não nos faça sentir mercadoria barata ou um pedaço de carne. Um gostar que não seja baseado na reprodução das visões estereotipadas

que há século nos rotula como objetos sexuais , ótimas amantes, submissas a todos os tipos de violência e exploração. ...Associando-nos a palavras do tipo: excitação, desejo, paixão, atração, promiscuidade, casualidade, diversão, descompromisso...

Quantas de nós, mulheres pretas, ao conhecer um cara, seja ele branco ou preto, não se perguntou se ele se aproximou apenas para uma transa rápida e nada mais? Quantas de nós já não se sujeitou a tentar manter um relacionamento que nos violenta emocionalmente por acreditarmos que jamais teremos coisa melhor? Quantas de nós já ouvimos frases do tipo:

“Gosto de você, mas não vou largar minha namorada ou minha esposa...”

“Gosto de você, mas ninguém pode ficar sabendo que estamos juntos...”

“Gosto de você, por que você é muito gostosa...”

“Gosto de você, mas não quero ter filhos com você, nem vou te assumir...”

“Gosto de você, mas nesse momento não quero relacionamento serio...”

“Gosto das mulheres pretas, porque elas são mais fogosas na cama...”

“Gosto das mulheres pretas, pois elas possuem essa cor do pecado... esse gingado...”

“Gosto das mulheres pretas, pois elas possuem uma beleza exótica que me atrai”

E dessa forma Muitos dizem que Gostam das mulheres pretas.... Essa é nossa realidade, independente se estamos entre homens brancos ou pretos, machistas ou politizados, do senso comum ou dos movimentos sociais... Percebemos, com tristeza, que apesar dos discursos lindos, nossa realidade continua estereotipada.

Como diz Gislene Aparecida dos Santos em seu livro: Mulher Negra, Homem Branco -Um estudo sobre o feminismo negro “Nem todas as mulheres pretas (gatas borralheiras dessa sociedade) poderão vira cinderelas... Algumas serão as Irmãs más que mesmo se mutilando (mudando suas características físicas e psicológicas em um ato desesperado de aceitação social), jamais serão escolhidas pelos príncipes encantados...Seja ele Branco ou Preto....


" Muito interessante o seu texto, eu penso muito sobre isso. Algumas pessoas não entendem pq eu não tenho um namorado/marido e eu respondo que eu não aceito certas submissões que a mulher é obrigada a passar e com a negra é pior... apesar que vejo muitas delas não vendo isso pra continuar num relacionamento." (Rosangela - blog- Negra Rosa, Rosa Negra

)



" Primeiramente, quero parabenizar a criadora deste blog....

Também

me sinto assim, sempre fui muito insegura em me relacionar, sempre me achei feia, alisei meu cabelo por 10 anos, até que conheci meu namorado, com uma atitude progressista, um homem negro aparentemente crítico...Que me ajudou a me assumir como negra, a transar e a soltar meu cabelo crespo... Até que descobri que eu era secundária, eu fraguei ele com sua namorada branca, que ele se recusou separar.... Sinto-me hoje, confusa, pois não sei com quem me relacionei. Sinto-me também usada, e insegura para confiar em alguém que goste de mim de fato. Ser mulher, negra e crítica é um ato cotidiano de coragem. Rompi meu relacionamento com ele e sinto que encontrar alguém que nos reconheça enquanto mulheres negras é uma raridade..."
(Dandara)


"Bem, se existe este deve estar muito escondido. Percebo que somente o homem estrangeiro gosta, mas ainda percebo interesse como mercadoria... Uma pena..."
(Luciana Couto)


"É incrível, Preta!
Passa tempo, entra ano, surgi novos conceitos e nada muda. Eu conheço Mônica, foi minha educadora, segundo ela quando escreveu o trecho que citou estava em momento dedicado e por isso foi bastante enfatiza em suas palavras, mas acredito que ainda assim todas nós continuamos pretas e "só". Hoje já penso um pouco diferente, acredito que nós criamos um ideal de homem preto, articulado e super negão, a questão é que não somos o perfil deles. Temos que ir além, sair desse ciclo "cult" de pretos estrela e ir buscar o preto comum, o da comunidade, o que não faz faculdade, mas encontrou sua forma de seguir uma carreira. Em fim, a busca não para.
Nova série Pretinhas do leite no blog: http:www.negradileite.blogspot.com
Confira!"
(Mia Lopes)


"Complexos reflexivos!
Ainda não sou fundamentalista, mas acredito que a sistemática histórica da questão mulher, seja branca ou negra - desde que pobre - segue um padrão lógico de acontecimentos. Tal padrão se caracteriza pela cultura dúbia, uma religião de gênero transformado a identidade da mulher numa especie de meio a meio, cinza, morna, algo como: te-la por necessidade biológica e não te-la por padrão quantitativo. Desculpe-me mas isso não é só com mulheres regras, é com mulheres (altas, baixas, gordas, magrelas, cabelo liso, cabelo crespo lindo, mulheres no geral). Mas saliento que se vale a sentença do amor a si mesmo para depois o amor do próximo sobre si, então a discrepância está do outro lado do argumento feminista."
(Raskol)


"Profundo e complexo esse desabafo.
Creio que as questões postas apliquem-se a mulher em geral, e de forma mais acentuada, à mulher negra. Culturalmente, a sociedade não valoriza a mulher, menos ainda a mulher negra, e se ela for pobre e não esclarecida, seu valor poderá ser reduzido a zero, justamente com sua estima. Quanto a certos homens, as vezes penso que eles não gostam de mulher, independentemente de qualquer coisa, eles gostam mesmo é da mãe deles e de boneca inflável, porque elas sim, fazem todas as suas vontades. Fico por aqui, mas, sigo refletindo, e caso não se importe, volto numa próxima oportunidade.
Beijos e uma ótima semana. "
(Silvana)


" Estou passando por esse momento agora... acabei de entrar na fase adulta e como criança nunca havia parado para pensar nisso... Mas hoje adulta estou muito triste a cada dia as pessoas não querem amizade com negros, e os homens só querem as negras para levar para cama e nada mais. Nos tratam diferente das brancas... As brancas são tratadas com delicadeza e as negras de forma bruta e animal, como se não tivéssemos sentimentos. Para os homens andar de mãos dadas com uma branca é como se estivessem com um troféu, principalmente homens negros. Estava namorando um rapaz e sempre percebi que ele lutava contra o amor que setia por mim por causa da minha cor. Ele também é negro e nunca havia ficado com uma negra, só com as brancas. Hoje ele namora com uma mulher loira e passa de mãos dadas com ela, na maior felicidade, como se ela fosse algo inatingível. Todos dizem que sou linda e a que ele esta é feia... só que branca... mas até hoje ele me procura apenas para me levar para cama. Até pouco tempo atras cedia, mas hoje não fico mais. Não vou ser usada. Sei o meu valor. Estou cada dia mais triste por ver que todos os meus valores e qualidades são bloqueados pela minha cor, principalmente pelo homem que eu tanto amava. Espero superar um dia. É nítido que os homens tratam as negras diferentes das brancas."
(Anônimo)



" Costumo dizer que as vezes o preconceito é do próprio negro! Porque racismo sempre existiu e sempre vai existir, seja por parte de pessoas brancas ou não. Mas a verdade é que tem negro (não todos) que são preconceituosos com sua própria raça, eles mesmos são racistas. Tem negro que só namora branca e se tiver alguma coisa com uma negra não admite que tem. Sou negra e já me perguntei muito sobre isso, achando que era "coisa da minha cabeça" mas não é!!! Eu sou do Rio de Janeiro e o mesmo acontece por aqui, o que mais tem são negros com brancas, principalmente loiras. Muitas vezes o racismo parte do próprio negro. Quando saio com minhas colegas (que são brancas) a maioria chegam nelas, seja branco ou negro, puxam assunto, paqueram e tal...Eu me visto bem, costumo sair toda arrumada e elegante, mas ninguém chega para puxar assunto comigo, paquerar então muito menos. No máximo cumprimentam com um "oi tudo bem". E isso não é de agora. Tenho um primo que é negro e ele nunca namorou mulher negra. Ele só sai com mulher branca. A família do meu pai e toda negra e seus maridos/esposas todos são brancos. Minha avó é negra e me disse uma vez para namorar com branco e não com negro. Como sou tranquila levei na esportiva, mas entendi o que ela quis dizer. Eu mesma me considero negra. As pessoas dizem que sou morena ou parda, por ter a pele clara. Para mim não tem disso...É tudo da raça negra. Nada de morena clara, parta ou mulata... Sou negra mesmo e com orgulho! Resumindo: o preconceito racial vai sempre existir! Mas é ainda pior quando surge do próprio negro. Porque do branco já é esperado mas do negro ninguém espera isso. Enfim, como sou tranquila e humorada, procuro não ligar muito para essas coisas, até porque gosto é gosto, cada um tem o seu. Ninguém é obrigada a gostar de negros, assim como de brancos. Mas respeito é essencial!! Já falei para minha mãe que vou namorar branco porque os negros só querem saber de brancas. Que vou fazer, ficar triste e chorar?! de jeito nenhum. A gente tem que se valorizar, se eles não querem, azar o deles. "
(Janaína Nature)


" Sou branco, casado com uma linda mulher negra, tenho filhos negros e brancos e sou extremamente feliz. Essas discussões de negra, branco, raça, preconceito, cotas... acho uma grade babaquice. Quando as pessoas aprenderem a se respeitar independente de classe social, cor, etc... tudo isso acaba e deixa de ter importância. Vamos nos curtir como seres humanos que somos e dar valor com que realmente interessa. O amor. Beijos a todos".
(Petróleo e Gás)


"O que vc diz é totalmente certo. Já me senti desta maneira muitas vezes, como um peixe fora d'água. namorei vários brancos durante minha adolescência pq nehum negro olhava pra mim. e esses brancos, nunca me levavam a sério, não me assumiam perante amigos e familiares. somente depois de muito tempo, qdo comecei a frenquentar "lugares só de negros" é q comecei notar uma diferença. eu chamava a atenção de negros e comecei a namorar negros. eu ouvia muitos discursos q diziam "q mulher de verdade é mulher preta", "só gosto de mulher preta", mas a conotação é sempre sexual. mas, essa é uma questão difícil. pq não só envolve o racismo, como tb o machismo q qualquer mulher enfrenta. as dúvidas são muitas. mas, uma coisa é certa: o racismo é um fator q dificulta muito a mulher negra de se realizar afetivamente".
Bjs
(Belezas de Kianda)


"É difícil, sei como é, trabalhei durante 15 anos como professor de jovens carentes da comunidade, jovens infratores e presas da penitenciária do Butantã,e até eles que vem de uma comunidade humilde não gostavam de assumir suas origens, mas também não só eles, tenho vários amigos que dizem que sou racista, mas é porque eles não conhecem a história e só pensam no seu bolso, faço um trabalho de conscientização diário, sempre mostrando para eles o que o mundo é, de verdade, preconceituoso e cruel. ò eu adora negas..."
(Vair Trindade)


" problema não está na cor da pele!... Note bem Menina Linda e Jovem!... Cria-se preconceitos em tudo!... Na verdade, quem vive em um país onde o ser humano é reconhecido pelo que tem, adeus preconceitos!... Rico não casa com Pobre!... Jovens com 21, 23, 27 anos, não se unem com homens com mais de 50 anos... Entretanto, Moça Linda!... No triste mercado do sexo, as MULHERES DE TODAS AS CORES E BELEZAS têm um preço para entregar-se ao prazer de um homem de QUALQUER COR DE PELE!... Conquiste o seu espaço, torne-se DOUTORA!... ENRIQUEÇA e verá você, Moça Linda!... Que, quem fala alto em nome do AMOR é o DINHEIRO!..."
(Raimundo José Evangelista da Silva)


"Axebaba, Sou Ativista e Linha de Frente de Etnia Negra, Lider e para isso tive que estudar muito, nas instituições de ensino que passei fui sempre uns dos primeiros. Leio muito, prefiro mais os(as) escritores(as) parecidos(as) comigo (Pretos(as)).Adorei o Blog,"PARABÉNS" Li tudo e todos os comentários. Ninguém colocou a importância de estudar se formar ou ter alguma profissão. "Estudo é Escudo" e a nossa "Mente" é a melhor arma. Eu sim casei com uma Mulher Negra mestiça(pele clara), me separei e casei com outra Negra de pele mais escura que a primeira. Todas com formação acadêmica e sem consciência negra. Sou de pai e mãe negros(não tinha consciência negra). Minha Consciência Negra foi com muito estudo e eventos. Sei que as Mulheres Negra sofrem muito mais que os Homens Negros, por isso elas têem que raciocinar e estudar muito mais também, contra esses preconceitos. Aqui em Tatuí São Paulo com 30% de Etnia Negra e não conheço nenhuma mulher negra como exemplo forte de luta e Consciência, elas reclamam de homens negros, e valorizam mais homens brancos, nas academias e clubes que dou aula, não vejo mulheres negras se cuidando somente as brancas. Agora onde tem pagode, festas com bebidas sim existem muitas mulheres negras. Gente estudo é escudo, leia Malcolm X, Negras Raízes,O Segredo, Prosperidade. Axebaba Professor e Pedagogo MESQUITA".
("Saúde Pura" * Prof. Mesquita)


"Parabéns pra vc que é branco e foi capaz de assumir seu amor por uma mulher negra, e constituir família com ela! Mas de fato, nessa sociedade, assumir a negritude já é uma luta e quando se trata de mulher e preta...a luta é muito maior! Posso falar com propriedade, afinal sou mulher, preta e nordestina! Pode ser babaquice mesmo, pra você que não sente na pele ainda...mas talvez os seus filhos passem e aí vc entenderá! É por isso que hoje discutimos para que os nossos tenham um futuro diferente!
Mas voltando ao tema abordado, percebia isso desde o ensino primário, em que como toda menina me apaixonava, e notava que somente as garotas de pele clara e cabelos lisos conquistavam espaço! Inclusive em concursos de Rainha...ou MIss! Nem pra Rainha do milho as negras eram escolhidas (e olhe que éramos minoria, num colégio de classe alta de Salvador).Ou seja, os homens criam isso desde a infância, talvez pelos contos de fadas que lhes sao apresentados. E já na fase adulta, passei por uma situação, em que eu e uma amiga tínhamos um relacionamento com jovens negros de classe alta. As frases eram: "O seu estilo é massa! Eu gosto tanto de vc! É tão bom estar com vc!"- Conheceram o que era samba de verdade, som de tambor! Mas incrivelmente quando os relacionamentos ganharam mais força (já estávamos juntos há 1 ano), eles resolveram 'dar um tempo', pq não estavam prontos p encarar uma relação! E o mais engraçado, logo depois começaram relacionamentos com meninas brancas, de cabelos lisos. Nos sentimos usadas, e por um tempo nos questionamos se éramos feias por ter cabelos blacks, irmos à sambas e sembas! Mas não, percebemos ao longo que não somos únicas, temos muitas outras irmãs de cor que passam por isso. Então negona...ser mulher e preta numa sociedade machista e preconceituosa, não é brinquedo não!" Sorte, força e coragem pra vcs!

(F.N)

"Fui tentada a comentar... Salve Pretinhas e Pretinhos!!!
Conversa muito complexa, mas que faz parte do cotidiano das mulheres pretas.
Será que nós mulheres pretas somos feias? Será que homens pretos são cegos? Será que os brancos são realmente melhores? Será que o amor interracial existe mesmo? Será que vou morrer sozinha/solteira? Será que tenho que enfraquecer meus cabelos? Será que tenho que me sujeitar aos costumes e tendências dessa sociedade? PARA TODAS ESSAS PERGUNTAS MINHA RESPOSTA É: NÃO! NUNCA! NÃO ACEITO E NUNCA VOU ACEITAR!!!
Sou uma princesa preta e tenho muito orgulho, muito orgulho de ser preta, apesar de ser um pouco menos melaninada que muitas princesas e rainhas pretas. Mas nunca me sujeitei as tendências da sociedade branca. Sempre NAMOREI homens pretos! E sempre vou está ao lado de um homem preto! Já passei muito tempo sem alguém, mas não me relacionei com homens brancos por falta dos homens pretos. Realmente muitos homens pretos têm preferência por mulheres brancas, isto é fato! Mas eles as preferem pq acham suas mães, avós, tias e irmãs feias. Possuem vergonha delas, por isso não tem coragem de assumir uma pretinha. Pq aquele homem preto que nunca namorou uma mulher preta, nunca deve ter olhado verdadeiramente para o rosto das mulheres de sua casa. Dessa maneira nunca desejará uma mulher preta ser um Baobá!
Lógico que preferências e gostos existem, alguns gostam de rosa outros de azul, particularmente eu gosto de PRETO em todos os sentidos! Não vejo o homem branco ou a mulher branca melhor em nada, nem mais atraente com sua palidez. Não entendo como as pessoas pretas podem sentir atração por aqueles descendentes de senhores de escravos, assassinos, estrupadores e por ai vai... Aqueles que sequestraram os pais de meus bisavos. Pretinhas, proponho que observem as mulheres brancas nos locais que frequentam e as mulheres pretas que assumem sua pretitude. As mulheres brancas são diferentes? As mulheres pretas são iguais? Amor e valorização são construções. E além de tudo respeito aos ancestrais e aos descendentes! Agradeço a YAH por ter nascido em uma família de militantes pretos que me ensinaram o que é ser preta e como agir/viver como preta! Se o príncipe/rei preto ainda não chegou... Não se misture! Espere, observe onde vc anda, com quem vc anda e desperte a consciência das pretinhas e pretinhos que andam c vcs! O príncipe pode está bem pertinho! Pretinhas... vcs são lindas, SÃO RAINHAS E PRINCESAS! São PRETINHOSIDADES! Não se deprimam quando encontrarem homens pretos com mulheres brancas saibam que ali existe um jogo de interesse para o HOMEM PRETO o STATUS e para MULHERES BRANCAS o OBJETO SEXUAL. Amor puro e verdadeiro só existe com os seus semelhantes!"

(A.F.)

"Essa questão é recorrente e sempre dá pano para manga..., vou bater no mesmos pontos que sempre bato :
1- Antes de sermos negros ou brancos, negras ou brancas... somos homens ou mulheres..., por tal motivo estamos sujeitos á atração física e emocional por e com qualquer pessoa da espécie humana, não existe "obrigação real" de se relacionar apenas dentro mesmo grupo, a endogamia (relacionamento exclusivo dentro do mesmo grupo-étnico-racial) é artificial e sócio-culturalmente construida (tanto para brancos como para negros).
2- O contexto histórico colocou a mulher negra na mais desprivilegiada das posições da hierarquização social, isso é um fato, mas pode ser mudado..., primeiro atacando o problema comum a todos (o racial) depois o de gênero), não adianta querer inverter essa ordem ou apenas trabalhar na questão da mulher negra, enquanto TODAS PESSOAS negras não forem respeitadas e igualitárias, as mulheres negras permanecerão na mesma...,é preciso "desarmar" a prática de ataque sistemático de mulheres negras contra o homem negro prioritariamente (até porque não foram os homens negros que por quase 5 séculos tem criado e mantido essa situação de exploração, desvalorização e violências contra a mulher negra...) .
3- É sabido (dados do IBGE)que 80% dos brancos casam com brancas, os outros quase 20% com "pardas clarinhas", está na hora das mulheres negras (principalmente as pretas)que ainda pensam em "príncipe encantado" entender que eles praticamente não existem e que estatísticamente não serão brancos..., homens gostam de mulheres, se as negras (principalmente as mais bonitas e/ou bem colocadas) pararem de "idealizar" e abrirem espaço, perceberão que homens negros bem interessantes poderão aparecer; se hoje os negros nem "chegam junto" é porque a maioria "sabe" que as chances de ser "esnobado" por uma negra e "receber condição" de uma branca é de quase 100% .
4- A endogamia é um direito, se puder ocorrer naturalmente é ótimo (e ocorre, senão nós pretos não estaríamos aqui, nossos pais e mães fizeram , não ?), mas à medida que avançamos socialmente e saìmos dos "guetos" essa condição vai reduzindo, ou flexibilizamos ou teremos grandes dores psicológicas ou solidão como demonstrado no texto respondido.
Amar ou ser amado(a) por não-negros não nos retira a condição de negros, muito menos a dos nossos filhos...(ok talvez a de pretos, mas não a de negros...), vamos buscar a felicidade pessoal mas sem esquecer de combater o racismo e desigualdade coletiva que é o que interessa."

(Juarez Silva - Manaus)

"Sou preta e no meu relacionamento de 3 anos jamais me senti como objeto. Acho que sou uma felizarda. Espero que vocês, mulheres que se sentem prejudicadas, encontrem um homem que as ame não pela cor, mas pelo seu caráter! O que não cabe mais é o discurso de vítimas em tudo! Não devemos pensar que os negros que namoram brancas ou vice-versa, estão renegando suas origens ou deixando de lutar pela igualdade! O que me parece, aliás, é que a maioria não quer igualdade, mas sim, superioridade, pelo gostinho de 'dar o troco.Beijos!"

(Anônimo)

"Eu ao meu modo nnão acho certo reproduzir o conto de que negros não gostam de negros e sim que onde ha diferença pode haver discordância. Acredito que a empatia precede o precede o preconceito assim o não gosta do outro se resumi verdadeiramente ha alguns traços que pelo primeiro contato. Quem já carrega consigo um padrão de beleza e coloca cor, altura, classe social, ou qualquer outro modo de diferenciação não carrega o bom censo e sim um pensamento feio e arcaico. Por outro lado dizer que o homem negro não trata suas negras com rainha é porque desconhece relacionamentos entre negros que deram certo e olha que não são poucos. Acredito que o homem seja ele ou branco de forma machista ou de auto-proteção prefere as mulheres mais frágeis no sentido de serem mais submissas e dóceis, e nesse quesito a mulher negra é muito mais firme que as brancas ou pelo menos demonstra mais que não cedem e tem mais pulso no relacionamento. Assim covardemente o "homem" seja ele branco ou negro prefere a mulher "mais frágil".

(Anônimo)


"Discutir negro, branco, raça, preconceito e cota é babaquice? Putz, depois de um relato/desabafo postado pela preta, babaquice mesmo é não discutir e usar o termo "Amor" como neutralizante, não ajuda em nada. Só atrapalha!!"

(Fabio Emecê)


"Sou mulher, negra, inteligente e crítica.Sou casada com um homem branco que me valoriza como mulher, mãe, esposa e amante.Ele sempre diz que nunca parou para pensar se estava casado com uma negra ou branca, mas com a mulher pela qual se apaixonou.Percebo o olhar de desaprovação das pessoas, principalmente homens e mulheres negros,que me olham com uma certa estranheza. Devem pensar:" o que ela tem de especial? por que ele está com ela? Tem coisa aí." MAs não me intimido e os encaro com altivez. É lamantável, mas o homem negro consegue ser mais cruel com a mulher negra que o branco. Será que esquecem que suas irmãs passam pelo mesmo sofrimento? Não acredito em contos de fadas,acredito sim, no encontro entre duas pessoas que decidiram se amar independente da cor da pele. Passei e passo por muitas situações de preconceito mas vou lutando contra o olhar castrador dos que dizem sem palavras: o que está fazendo aqui? Este não é o teu lugar.E respondo com um olhar libertador e desafiador: Este é o meu lugar sim, eu o conquistei,se te incomodo saia você. Se alguns homens , brancos ou negros, não nos querem, azar deles. Devemos nos importar sim, com homens que nos valorizam como mulher, como negra e principalmente como ser humano."

(Luisa Ribeiro)


"Concordo com o comentário acima! Respeito acima de tudo. Sou negra e meu namorado é branco, me ama e me respeita acima de tudo. Acredito que toda essa questão de "homem que goste de mulher negra" inicia pelas próprias mulheres. Nunca me senti diferente ou menor que nenhuma outra, independente de cor. Concordo que vivemos em uma sociedade preconceituosa, que desfavorece a minoria. Contudo se o sentimento de menor valia inicia com você mesmo, somente é prejudicial a você. Se você (quando digo você é no geral) que é uma mulher negra sente-se desvalorizada, usada e coisas do tipo, somente pela cor de sua pele, é uma pena, pq para mim a cor da minha pele e minha origem é o que me valoriza! O sentimento de não aceitação, de não ter espaço é somente seu. Conheço mulheres lindas, brancas, com alto poder aquisitivo e que encontram-se nesta situação, de não se sentirem valorizadas, de serem a outra, ou seja, isso não é uma condição da MULHER NEGRA, é uma condição social FEMININA. A questão é não se sujeitar a isso"

(Anônimo)


"Parabéns pelo seu texto, em sabias palavras você disse o que muitas mulheres negras, inclusive eu pensa , mas posso ressaltar que homens estrangeiros dão mais valor a mulher negra , do que homens brasileiros".

(Tatiana)


"Para Janaine Natura!
li seu comentário e muito me fez pensar. Existe mulheres machistas? Se vivemos em um mundo machista porque as mulheres seriam imunes a isso? Só que as mulheres que são machistas, na verdade são vítimas da opressão que pesa sobre elas, não o são porque realmente acreditam isso e sim porque foram criadas "recebendo" tal tipo de informação que coloca as mulheres nesse local de submissão e de menos valor comparado ao homem. A questão racial também não é diferente, nós negras(os) somos criados em uma sociedade que diariamente nos indica um lugar e que esse lugar representa as margens, o submundo, a violência, a feiura, enfim, crescemos ouvindo que nosso cabelo é ruim!! Quer maior violência do que esta a uma menina que ao mesmo tempo que cresce tem sua auto-estima reduzida a nada. Essa foram de violência subjetiva e objetiva a que a população negra no mundo foi submetida resultou numa série de problemas que hoje buscamos corrigir, e essa correção só é possível porque resistimos secularmente a este lugar desfavorecido o qual tentam nos colocar. Enquanto a cor da pele for uma maneira de qualificar caráter e demais características subjetivas não é "babaquice" discutirmos a questão racial. Não é porque "sou branco(a) casado com negro(a)" que estou isolado do mundo racista que me cerca, caso não discuta isso com meus filhos mestiços, o pensamento racista ainda prevalecerá, porque só posso combater o que enfrento e desvelo, como discutir e desnaturalizar as relações raciais. Os altos índices de pobreza que incidem sobre a população negra não devem ser explicados simplesmente como desigualdade econômica, é preciso desvelar os mecanismos de exclusão "invisíveis" que incide sobre esta população e que ainda é pertinente que falamos em racismo, se ele ainda persiste, faz sentido falarmos em raça sob a perspectiva de uma realidade social, nada comparado aquela ideia de raça do século XIX, e sim como resultado dela."

(Kelly Moraes)


"Bem incialmente quando nós, homens, vemos uma mulher somos atraídos pelos dotes físicos, seja ela negra ou não, bonita ou não, tudo é uma questão de gosto, se está enquadrado no perfil que me atrai ótimo eu vou tentar algo. É claro existem os acéfalos que são conduzidos pelo que a mídia impõe ou tem uma baixa auto-estima e acham que vão ser bem vistos pela sociedade ao lado de uma pessoa que se enquadra em um estereótipo ( todos sabem de quem eu falo ). A imagem vendida não só aqui no Brasil, como principalmente no exterior sobre a mulher negra é que ela é submissa, onde ela é só corpo, onde ela é mulher apenas da porta de casa pra dentro e não para a sociedade, infelizmente desde os primórdios é demonstrado isso. Mas já pararam para pensar no conteúdo, muitos homens veêm isso para iniciar um relacionamento, todos sabem que aquele corpo lindo e formoso não durará para sempre e então ficará o conteúdo, o conhecimento e apenas isso que restará. Quandos vocês falam que homem negro bem sucedido procura mulher branca, estão generalizando e associando todos nós com jogadores de futebol, pagodeiros e artistas. Para um relacionamento tem q ter mais que aparência, deve haver conteúdo; dificilmente um relacionmento voltado para aparência persiste, quand vc tem a beleza e mais o conteúdo e a pessoa do outro lado tem sagacidade pra perceber isso ela agarra com unhas e dentes, não deixa escapar."

(BOMBATTA)


"Sinceramente, ao ler essa discussão fico com a impressão que aí ter vários temas misturados e que são muito complexos para serem tratados como sendo uma só coisa.
Nos relatos colocados aqui, várias pessoas colocaram o relacionamento entre negros (homens) e brancos (mulheres) como algo bastante comum e conhecido nas suas experiências próximas. O relacionamento, então, dos homens (branco ou negro) com as mulheres (brancas ou negras) é que está em questão. Quantas de nós, mulheres pretas, ao conhecer um cara, seja ele branco ou preto, não se perguntou se ele se aproximou apenas para uma transa rápida e nada mais?. Não tenho dúvida de que isso é um tema comum à mulher na sociedade. Essa é uma questão de gênero, não de raça. Não sou negra, mas sou mulher e também sinto "na pele" os efeitos de ser mulher numa sociedade regida por valores e morais que têm como base o masculino sobre o feminino. Até gramaticalmente temos que nos adaptar a uma realidade onde, se há um único homem entre mulheres, deixamos de ser "as" e ficamos implícitas em "os"...

(Anônimo)


"Muito bom seu texto. Eu percebo isso na escola, como minhas alunas negras são tratadas e preteridas pelos garotos, negros ou brancos. Enquanto mulher também tive meus problemas, mas percebo que só quem carrega na pele é que pode dizer, minha mãe, pele preta, poderia dizer bem mais do que eu. Um grande abraço e vamos na luta contra o machismo"

(Profª Janaína Mont)


"Nossa, muita treta né...
Pensamo isso um pouquinho aqui: NOSSO JORNAL 2ª edição, Suplemento "Mulheres Negras"
=> http://verd.in/b1vn"

(Nátalia Maria Alves Machado)



" Sou mulher negra, e confesso que não acredito em Amor de homem negro. Eles só querem explorar fisicamente e financeiramente a mulher negra. Eu gostaria até de fazer um " estudo social" dessa situação para entender porque eles são tão mentirosos e sem caráter no relacionamento com a mulher negra. Quando arrumam uma branca eles mudam totalmente. Cansei. Homem negro nunca mais!"

(Anônimo)


"Muito oportuno este texto, parabéns! Sempre preferi as negras, mas nunca antes havia feito distinção. Reconheço que estava cego e por isso por vezes magoei e fui magoado... Enfim é a vida! Hoje vejo realmente a força que a mulher negra tem e realmente não são todos os homens negros que tem cassífe e disposição para assumir um relacionamento com mulheres negras. As brancas são brancas e a visão ensinada aos homens negros, na sua maioria, é a ascensão... Não adianta que eles não enxergam dessa maneira e acham que é coisa da cabeça de quem tá atento ás entrelinhas do relacionamento inter racial... A vida ao lado de uma de uma mulher negra é realmente algo fascinante, por tudo que se aprende, e como afrodescendente, estou mais seguro e afrocentrado. E não valeria de nada esta mentalidade se todos os pontos da minha existência não contribuísse para esta postura, que muitos podem até chamar de fundamentalista... Vejo no movimento negro alguncos hipócritas que pregam uma coisa e fazem outra, alegando que a culpa é de vocês... Os enxergo como fracos e covardes, pois se são o que dizem serem, devem agir como tal... Um negro para ser negro deve se questionar por quais caminhos vai trilhar sua vida... Não esquecendo de Deus, e daquela que vai estar ao seu lado para juntos conquistarem seus sonhos e objetivos na manutenção da família preta, estruturada e feliz. Estou com uma mulher preta, de força descomunal, e não consigo enxergar um futuro sem uma família preta até a raiz... Sou negro, apaixonado por minha afrodescendência e por minha família preta... Amo uma mulher não pelo que ela representa a cabeça dos cegos e curtos, mas sim pelo que ela é, por sua alma, por sua força, etc... "
(Anônimo)


" Texto perfeito e oportuno para esse momento... Meu ex companheiro negro dizia: Você tem um axé diferente das outras e mais "gostosa" ... Imagina!!! Eu como esposa dele já não passava de um subproduto... Não queria de jeito nenhum que eu passasse creme ou qualquer agressão química nos cabelos, mas não podia ver uma branquinha do cabelo escovado... Cheio de fundamento negro forjado, adorava ir aos prostíbulos atras de uma aventura com loiras, ficava vendo filmes pornôs que tivesse o mesmo trejeitos, criticava às negras que espichavam os fios e não podia ver um cabelo liso até que não aguentei as torturas e disse que ele não passava de um oportunista e a carapuça coube, sendo então o tesão morreu ali... Acabou-se. Penso comigo quem realmente era essa figura com que me relacionei, com um discurso bem elaborado, que era um diferencial afiado na humanidade... Mas não passava de um slogan"
( Dara Amada)
"....Pois é...sabe qual o sentimento quando leio esses relatos? Pura certeza das minhas suspeitas, a do porque quando tinha namorado a diversão era sempre em casa,com a sogra ajudando na cozinha, ele achava lindo e eu também.. e quando desisto de viver nesse mundo cheio de fronteiras, as relações não são levadas a serio,o porque sou solteira a quatro anos, mesmo sendo, segundo eles 'a PRETA mais linda de sua vida'.. Tão linda, inteligente, simpática... enfim, mas não o suficiente para ser sua esposa, mãe dos seus filhos, apresentar aos amigos, logo porque não irá dar o status merecido, por ser Negra e comportar -se como tal, não ter cabelos escovados e longos,roupas completamente de patricinhas... Sendo assim, vem logo o arrependimento, os questionamento por não ter permanecido no relacionamento que mesmo com todos as circunstancia era um relacionamento serio, de família, ao menos parecia .. Hoje 31 de dezembro, meu aniversario, escrevo essas palavras com lagrimas nos olhos, pois todos meus colegas tem uma programação, contudo com seus futuros esposos, esposas .. enfim, sempre tem alguém, nunca então sozinhos ,porque são universitários, cabelos lisos pintados de loiro, corpo malhado para o verão..e eu Universitária,NEGRA de Black,em casa, solteira, na net. O que será que estar acontecendo realmente com os homens Negros? só desejam mulheres brancas? as Negras só servem para ser amigas ? Não sei, o que realmente sei que os homens nunca estão prontos para um relacionamento serio comigo...segundos depois encontra-se no Facebook em um relacionamento serio com uma loira, cabelos lisos (cheio de guanidina, tinta e muiita escova) longos e com a pele clara..mas quando vejo que minhas amigas Negras de Black, roupas longas, gordinhas e que estão todas solteiras , minha felicidade é em perceber que o problema não sou eu em si, e sim o fato da nossa estética...Em 2012 espero que nossos traços fenótipos não atrapalhe a felicidade.. que nesse mundo racista , as diferenças não sejam fator de exclusão !! Axé a todas irmãs de COR !! "
(Aline Nascimento)
"Para as negras que vivem reclamando que homen negro é isso ou aquilo. Por que voces não procuram uma formação profissional. As que moram em SP, vão para USP, para as Bahianas, vão para a Federal de seu estado. Tenho 36 anos, moro no RJ, sou Engenheiro de Software. Aos 19 anos catava papelão, lavava banheiro e no fim do mês, pagava R$460,00 de mensalidade na PUC-RJ. Com 24 anos ja ganhava cerca de R$5.200/ mês. Conheço um monte de paises, falo Ingles, aplico na Bovespa todos os dia e SOU NEGRO QUE NUNCA tive oportundiade de namorar negra alguma, muito menos mulher brasileira. Viajo todo ano par Europa e ao chegar la, nem preciso cantar ninguem, minha educação é a chave para conquistar as mulheres européias. Aki no Brasil sempre tomo um não pelo meio da cara das negras. E ainda tem alguams que sussuram..."essas porras nem tem estudo"..seria justo eu dizer que todas as negras seguem essa linha imbecil de raciocinio? Ao menos no RJ tem sido assim. E pior, elas, negras estão agora alizando seus cabelos e só dando preferencia a homem de pele clara...não entendo as mulheres negras...quando feias, se sentem no direito de exigir que os homens negros se casem com elas, mas, quando são lindas, só dão chance a homem branco...alguem aqui poderia me explicar isso?
Perfil no Facebook : Denilson Marcos (uso uma jaqueta vermelha)
Pois é DARA AMADA,Não entendo como voces mulheres são facilmente enganada por esses caras...com todo respeito, mas me parece que quanto mais canalha, mas voces gostam. Fico impressionado como na Igreja de São Banedito, em Pilares, suburbio do Rio de Janeiro,existem inumeros bons moços que querem compromisso,mas nenhuma mulhere os encerga, mas já os vicidados, os maus elementos, os mentirosos, esses sim trocam de mulher como nos trocamos de
roupa...alguem pode explicar isso?"
(Denilson Marcos)










66 comentários:

  1. Muito interessante o seu texto, eu penso muito sobre isso. Algumas pessoas não entendem pq eu não tenho um namorado/marido e eu respondo que eu não aceito certas submissões que a mulher é obrigada a passar e com a negra é pior... apesar que vejo muitas delas não vendo isso pra continuar num relacionamento.

    ResponderExcluir
  2. Bem, se existe este deve estar muito escondido. Percebo que somente o homem estrangeiro gosta, mas ainda percebo o interesse como mercadoria... uma pena..
    Luciana Couto

    ResponderExcluir
  3. É incrível, Preta!
    Passa tempo, entra ano, surgi novos conceitos e nada muda.
    Eu conheço Mônica, foi minha educadora, segundo ela quando escreveu esse texto estava em um momento delicado e por isso foi bastante enfatiza em suas palavras, mas acredito que ainda assim todas nós continuamos pretas e "só".
    Hoje já penso um pouco diferente, acredito que nós criamos um ideal de homem preto, articulado e super negão, a questão é que não somos o perfil deles.
    Temos que ir além, sair desse ciclo "cult" de pretos estrela e ir buscar o preto comum, o da comunidade, o que não fez faculdade, mas encontrou sua forma de seguir uma carreira.

    Em fim, a busca não para.

    ________
    Nova Série Pretinhas do Leite no blog: http: www.negradoleite.blogspot.com. Confira!

    ResponderExcluir
  4. Complexos reflexivos!

    Ainda nao sou fundamentalista, mas acredito que a sistemática histórica da questão mulher, seja branca ou negra -desde que pobre- segue um padrão lógico de acontecimentos. Tal padrão se caracteriza pela cultura dúbia,uma religiao de genero transformando a identidade da mulher numa especie de meio a meio, cinza,morna, algo como: Te-la por necessidade biologica e nao te-la por padrao quantitaivo. Desculpe-me mas isso nao é só com mulheres negras, é com mulheres(altas,baixas,gordas,magrelas,cabelo liso, cabelo crespo lindo,mulheres no geral). Mas saliento que se vale a sentenca do amor sobre si mesmo para depois o amor do proximo sobre si, entao a discrepancia está do outro lado do argumento feminista.

    Raskol

    ResponderExcluir
  5. Profundo e complexo esse desabafo .
    Creio que as questões postas apliquem-se a mulher em geral , e de forma mais acentuada , à mulher negra .
    Culturalmente , a sociedade não valoriza a mulher , menos ainda a mulher negra , e se ela for pobre e não esclarecida , seu valor poderá ser reduzido a zero , juntamente com sua estima .
    Quanto a certos homens , as vezes penso que eles não gostam de mulher , independentemente de qualquer coisa , eles gostam mesmo é da mãe deles e de boneca inflável , porque elas sim , fazem todas as suas vontades .
    Fico por aqui , mas, sigo refletindo , e caso não se importe ,volto numa próxima oportunidade .
    Beijos e uma ótima semana .
    Silvana .

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente, quero parabenizar a criadora deste blog...
    Também me sinto assim,sempre foi muito insegura em me relacionar, sempre me achei feia, alisei meu cabelo por 10 anos, até que conheci meu namorado, com uma atitude progressista, uma homem negro aparentemente crítico...Que me ajudou a me assumir como negra, a trançar e a soltar meu cabelo crespo...
    Até que descobri que eu era secundária, e flegrei ele com sua namorada branca, que ele se recusou separar...
    Sinto-me hoje, confusa,pois não sei com quem me relacionei, sinto-me também usada, e insegura para confiar em alguém que goste de mim de fato.
    Ser mulher, negra e crítica é um ato cotidiano de coragem, rompi meu relacionamento, com ele e sinto que encontrar alguém que nos reconheça enquanto mulheres negras é uma raridade...

    ResponderExcluir
  7. estou passando por esse momento agora...acabei de entrar na fase adulta e como criança nunca havia parado pra pensar nisso...mas hoj adulta estou muito triste acada dia, as pesssoas não querem amizade com negros,e os homens só querem as negras pra levar pra cama e nada mais, nos tratam diferente das brancas...as brancas são tratadas com delicadeza...e as negras de forma mais bruta e animal...como se não tivessemos sentimentos,para os homens andar de mãos dadas com um branca é como se estivessem com um trofeu. principalmente homens negros...estava namorando com um rapaz...e sempre percebi que ele lutava contra o amor que sentia por mim por causa da minha cor..,, ele tambe é negro e nunca havia ficado com uma negra, spo com as brancas...hoje ele namora com uma mulher loira e passa de mãos dadas com ela, na maior felicidade, como se elafosse algo inatingivel, todos dizem que sou linda e a que ele esta é feia...só que branca...mas até hoje ele me procura apenas pra me levar pra cama, até pouco tempo atras cedia, mas hoje não fico mais ñ vou ser usada. sei o meu valor....estou cada dia mais triste por ver que todos os meus valores e qualidades são bloqueados pela minha cor, principalmente pelo homem que eu tanto amava. espero superar um dia,é nitido q os homens tratam as negras diferente das brancas.

    ResponderExcluir
  8. Sou branco casado com uma linda mulher negra, tenho filhos negros e brancos e sou extremamente feliz. Essas discussões de negra branco, raça, preconceito, cotas acho uma grande babaquice. Quando as pessoas aprederem a se respeitar independente de classe social cor etc tudo isso acaba e deixa de ter importancia. Vamos nos curtir como seres humanos que somos e dar valor com o que ralmente interesa: O AMOR Beijo a todos

    ResponderExcluir
  9. O que vc diz é totalmente certo. Já me senti desta maneira muitas vezes, como um peixe fora d'água. namorei vários brancos durante minha adolescência pq nehum negro olhava pra mim. e esses brancos, nunca me levavam a sério, não me assumiam perante amigos e familiares.

    somente depois de muito tempo, qdo comecei a frenquentar "lugares só de negros" é q comecei notar uma diferença. eu chamava a atenção de negros e comecei a namorar negros. eu ouvia muitos discursos q diziam "q mulher de verdade é mulher preta", "só gosto de mulher preta", mas a conotação é sempre sexual.

    mas, essa é uma questão difícil. pq não só envolve o racismo, como tb o machismo q qualquer mulher enfrenta. as dúvidas são muitas. mas, uma coisa é certa: o racismo é um fator q dificulta muito a mulher negra de se realizar afetivamente.

    bjs!

    ResponderExcluir
  10. É difícil, sei como é, trabalhei durante 15 anos como professor de jovens carentes da comunidade, jovens infratores e presas da penitenciária do Butantã,e até eles que vem de uma comunidade humilde não gostavam de assumir suas origens, mas também não só eles, tenho vários amigos que dizem que sou racista, mas é porque eles não conhecem a história e só pensam no seu bolso, faço um trabalho de conscientização diário, sempre mostrando para eles o que o mundo é, de verdade, preconceituoso e cruel. ò eu adora negas

    ResponderExcluir
  11. O problema não está na cor da pele!... Note bem Menina Linda e Jovem!... Cria-se preconceitos em tudo!... Na verdade, quem vive em um país onde o ser humano é reconhecido pelo que tem, adeus preconceitos!... Rico não casa com Pobre!... Jovens com 21, 23, 27 anos, não se unem com homens com mais de 50 anos... Entretanto, Moça Linda!... No triste mercado do sexo, as MULHERES DE TODAS AS CORES E BELEZAS têm um preço para entregar-se ao prazer de um homem de QUALQUER COR DE PELE!... Conquiste o seu espaço, torne-se DOUTORA!... ENRIQUEÇA e verá você, Moça Linda!... Que, quem fala alto em nome do AMOR é o DINHEIRO!...

    ResponderExcluir
  12. Axebaba, Sou Ativista e Linha de Frente de Etnia Negra, Lider e para isso tive que estudar muito, nas instituições de ensino que passei fui sempre uns dos primeiros. Leio muito, prefiro mais os(as) escritores(as) parecidos(as) comigo (Pretos(as)).Adorei o Blog,"PARABÉNS" Li tudo e todos os comentários. Ninguém colocou a importância de estudar se formar ou ter alguma profissão. "Estudo é Escudo" e a nossa "Mente" é a melhor arma. Eu sim casei com uma Mulher Negra mestiça(pele clara), me separei e casei com outra Negra de pele mais escura que a primeira. Todas com formação acadêmica e sem consciência negra. Sou de pai e mãe negros(não tinha consciência negra). Minha Consciência Negra foi com muito estudo e eventos. Sei que as Mulheres Negra sofrem muito mais que os Homens Negros, por isso elas têem que raciocinar e estudar muito mais também, contra esses preconceitos. Aqui em Tatuí São Paulo com 30% de Etnia Negra e não conheço nenhuma mulher negra como exemplo forte de luta e Consciência, elas reclamam de homens negros, e valorizam mais homens brancos, nas academias e clubes que dou aula, não vejo mulheres negras se cuidando somente as brancas. Agora onde tem pagode, festas com bebidas sim existem muitas mulheres negras. Gente estudo é escudo, leia Malcolm X, Negras Raízes,O Segredo, Prosperidade. Axebaba Professor e Pedagogo MESQUITA.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pra vc que é branco e foi capaz de assumir seu amor por uma mulher negra, e constituir família com ela! Mas de fato, nessa sociedade, assumir a negritude já é uma luta e quando se trata de mulher e preta...a luta é muito maior! Posso falar com propriedade, afinal sou mulher, preta e nordestina! Pode ser babaquice mesmo, pra você que não sente na pele ainda...mas talvez os seus filhos passem e aí vc entenderá! É por isso que hoje discutimos para que os nossos tenham um futuro diferente!
    Mas voltando ao tema abordado, percebia isso desde o ensino primário, em que como toda menina me apaixonava, e notava que somente as garotas de pele clara e cabelos lisos conquistavam espaço! Inclusive em concursos de Rainha...ou MIss! Nem pra Rainha do milho as negras eram escolhidas (e olhe que éramos minoria, num colégio de classe alta de Salvador).Ou seja, os homens criam isso desde a infância, talvez pelos contos de fadas que lhes sao apresentados.
    E já na fase adulta, passei por uma situação, em que eu e uma amiga tínhamos um relacionamento com jovens negros de classe alta. As frases eram: "O seu estilo é massa! Eu gosto tanto de vc! É tão bom estar com vc!"- Conheceram o que era samba de verdade, som de tambor! Mas incrivelmente quando os relacionamentos ganharam mais força (já estávamos juntos há 1 ano), eles resolveram 'dar um tempo', pq não estavam prontos p encarar uma relação! E o mais engraçado, logo depois começaram relacionamentos com meninas brancas, de cabelos lisos.
    Nos sentimos usadas, e por um tempo nos questionamos se éramos feias por ter cabelos blacks, irmos à sambas e sembas! Mas não, percebemos ao longo que não somos únicas, temos muitas outras irmãs de cor que passam por isso.
    Então negona...ser mulher e preta numa sociedade machista e preconceituosa, não é brinquedo não!

    Sorte, força e coragem pra vcs!

    F.N

    ResponderExcluir
  14. Fui tentada a comentar...
    Salve Pretinhas e Pretinhos!!!
    Conversa muito complexa, mas que faz parte do cotidiano das mulheres pretas.
    Será que nós mulheres pretas somos feias? Será que homens pretos são cegos? Será que os brancos são realmente melhores? Será que o amor interracial existe mesmo? Será que vou morrer sozinha/solteira? Será que tenho que enfraquecer meus cabelos? Será que tenho que me sujeitar aos costumes e tendências dessa sociedade?
    PARA TODAS ESSAS PERGUNTAS MINHA RESPOSTA É: NÃO! NUNCA! NÃO ACEITO E NUNCA VOU ACEITAR!!!
    Sou uma princesa preta e tenho muito orgulho, muito orgulho de ser preta, apesar de ser um pouco menos melaninada que muitas princesas e rainhas pretas. Mas nunca me sujeitei as tendências da sociedade branca. Sempre NAMOREI homens pretos! E sempre vou está ao lado de um homem preto! Já passei muito tempo sem alguém, mas não me relacionei com homens brancos por falta dos homens pretos.
    Realmente muitos homens pretos têm preferência por mulheres brancas, isto é fato! Mas eles as preferem pq acham suas mães, avós, tias e irmãs feias. Possuem vergonha delas, por isso não tem coragem de assumir uma pretinha. Pq aquele homem preto que nunca namorou uma mulher preta, nunca deve ter olhado verdadeiramente para o rosto das mulheres de sua casa. Dessa maneira nunca desejará uma mulher preta ser um Baobá!
    Lógico que preferências e gostos existem, alguns gostam de rosa outros de azul, particularmente eu gosto de PRETO em todos os sentidos!
    Não vejo o homem branco ou a mulher branca melhor em nada, nem mais atraente com sua palidez. Não entendo como as pessoas pretas podem sentir atração por aqueles descendentes de senhores de escravos, assassinos, estrupadores e por ai vai... Aqueles que sequestraram os pais de meus bisavos.
    Pretinhas, proponho que observem as mulheres brancas nos locais que frequentam e as mulheres pretas que assumem sua pretitude. As mulheres brancas são diferentes? As mulheres pretas são iguais?
    Amor e valorização são construções. E além de tudo respeito aos ancestrais e aos descendentes!
    Agradeço a YAH por ter nascido em uma família de militantes pretos que me ensinaram o que é ser preta e como agir/viver como preta!
    Se o príncipe/rei preto ainda não chegou... Não se misture! Espere, observe onde vc anda, com quem vc anda e desperte a consciência das pretinhas e pretinhos que andam c vcs! O príncipe pode está bem pertinho!
    Pretinhas... vcs são lindas, SÃO RAINHAS E PRINCESAS! São PRETINHOSIDADES!
    Não se deprimam quando encontrarem homens pretos com mulheres brancas saibam que ali existe um jogo de interesse para o HOMEM PRETO o STATUS e para MULHERES BRANCAS o OBJETO SEXUAL. Amor puro e verdadeiro só existe com os seus semelhantes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau falou e disse, não es preta nada, és uma Deusa Africana, uma Rainha, se não fosse casado com igualmente um mulher linda Deusa Africana tambem, ia ter contigo a qualquer lugar do mundo, se todas as pretas e negras fossem como tu nao existiria nem pretos nem negros nem de cor (as etiquetas dpreciativas que o branco nos meteu e ainda ignorantemente as usamos para nos definirmos, normal ainda andar mos confusos...).
      Tu es a salvação do nosso povo, em toda a minha vida so encontrei uma mulher como tu a minha esposa, e temos 3 lindos filhos e ainda tenho 31 anos, sou engenheiro informatico, tenho tudo que o dinheiro posso comprar, e sim pretas ainda existem homens assim e muito mas voces estao muito ocupadas, a denegrir, e atacar, a espezinhar, um pouco como o branco ao longo dos seculos e o vosso principe, mulheres como estas se voces fossem todos os nossos problemas despareceriam nao tenho duvidas, mas voces querem e edificar o branco e rebaixar tudo o que e africano inclusive voces proprias

      Excluir
  15. Essa questão é recorrente e sempre dá pano para manga..., vou bater no mesmos pontos que sempre bato :
    1- Antes de sermos negros ou brancos, negras ou brancas... somos homens ou mulheres..., por tal motivo estamos sujeitos á atração física e emocional por e com qualquer pessoa da espécie humana, não existe "obrigação real" de se relacionar apenas dentro mesmo grupo, a endogamia (relacionamento exclusivo dentro do mesmo grupo-étnico-racial) é artificial e sócio-culturalmente construida (tanto para brancos como para negros).

    2- O contexto histórico colocou a mulher negra na mais desprivilegiada das posições da hierarquização social, isso é um fato, mas pode ser mudado..., primeiro atacando o problema comum a todos (o racial) depois o de gênero), não adianta querer inverter essa ordem ou apenas trabalhar na questão da mulher negra, enquanto TODAS PESSOAS negras não forem respeitadas e igualitárias, as mulheres negras permanecerão na mesma...,é preciso "desarmar" a prática de ataque sistemático de mulheres negras contra o homem negro prioritariamente (até porque não foram os homens negros que por quase 5 séculos tem criado e mantido essa situação de exploração, desvalorização e violências contra a mulher negra...) .

    3- É sabido (dados do IBGE)que 80% dos brancos casam com brancas, os outros quase 20% com "pardas clarinhas", está na hora das mulheres negras (principalmente as pretas)que ainda pensam em "príncipe encantado" entender que eles praticamente não existem e que estatísticamente não serão brancos..., homens gostam de mulheres, se as negras (principalmente as mais bonitas e/ou bem colocadas) pararem de "idealizar" e abrirem espaço, perceberão que homens negros bem interessantes poderão aparecer; se hoje os negros nem "chegam junto" é porque a maioria "sabe" que as chances de ser "esnobado" por uma negra e "receber condição" de uma branca é de quase 100% .

    4- A endogamia é um direito, se puder ocorrer naturalmente é ótimo (e ocorre, senão nós pretos não estaríamos aqui, nossos pais e mães fizeram , não ?), mas à medida que avançamos socialmente e saìmos dos "guetos" essa condição vai reduzindo, ou flexibilizamos ou teremos grandes dores psicológicas ou solidão como demonstrado no texto respondido.

    Amar ou ser amado(a) por não-negros não nos retira a condição de negros, muito menos a dos nossos filhos...(ok talvez a de pretos, mas não a de negros...), vamos buscar a felicidade pessoal mas sem esquecer de combater o racismo e desigualdade coletiva que é o que interessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. negao? to fora! tenho traços finos prefiro os gringos europeus sao muito mais atraentes.....

      Excluir
  16. Sou preta e no meu relacionamento de 3 anos jamais me senti como objeto. Acho que sou uma felizarda. Espero que vocês, mulheres que se sentem prejudicadas, encontrem um homem que as ame não pela cor, mas pelo seu caráter!
    O que não cabe mais é o discurso de vítimas em tudo! Não devemos pensar que os negros que namoram brancas ou vice-versa, estão renegando suas origens ou deixando de lutar pela igualdade!
    O que me parece, aliás, é que a maioria não quer igualdade, mas sim, superioridade, pelo gostinho de 'dar o troco'.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Eu ao meu modo nnão acho certo reproduzir o conto de que negros não gostam de negros e sim que onde ha diferença pode haver discordância. Acredito que a empatia precede o precede o preconceito assim o não gosta do outro se resumi verdadeiramente ha alguns traços que pelo primeiro contato. Quem já carrega consigo um padrão de beleza e coloca cor, altura, classe social, ou qualquer outro modo de diferenciação não carrega o bom censo e sim um pensamento feio e arcaico. Por outro lado dizer que o homem negro não trata suas negras com rainha é porque desconhece relacionamentos entre negros que deram certo e olha que não são poucos. Acredito que o homem seja ele ou branco de forma machista ou de auto-proteção prefere as mulheres mais frágeis no sentido de serem mais submissas e dóceis, e nesse quesito a mulher negra é muito mais firme que as brancas ou pelo menos demonstra mais que não cedem e tem mais pulso no relacionamento. Assim covardemente o "homem" seja ele branco ou negro prefere a mulher "mais frágil".

    ResponderExcluir
  18. Discutir negro, branco, raça, preconceito e cota é babaquice? Putz, depois de um relato/desabafo postado pela preta, babaquice mesmo é não discutir e usar o termo "Amor" como neutralizante, não ajuda em nada. Só atrapalha!!!

    ResponderExcluir
  19. Sou mulher, negra, inteligente e crítica.Sou casada com um homem branco que me valoriza como mulher, mãe, esposa e amante.Ele sempre diz que nunca parou para pensar se estava casado com uma negra ou branca, mas com a mulher pela qual se apaixonou.Percebo o olhar de desaprovação das pessoas, principalmente homens e mulheres negros,que me olham com uma certa estranheza. Devem pensar:" o que ela tem de especial? por que ele está com ela? Tem coisa aí." MAs não me intimido e os encaro com altivez. É lamantável, mas o homem negro consegue ser mais cruel com a mulher negra que o branco. Será que esquecem que suas irmãs passam pelo mesmo sofrimento? Não acredito em contos de fadas,acredito sim, no encontro entre duas pessoas que decidiram se amar independente da cor da pele. Passei e passo por muitas situações de preconceito mas vou lutando contra o olhar castrador dos que dizem sem palavras: o que está fazendo aqui? Este não é o teu lugar.E respondo com um olhar libertador e desafiador: Este é o meu lugar sim, eu o conquistei,se te incomodo saia você.
    Se alguns homens , brancos ou negros, não nos querem, azar deles. Devemos nos importar sim, com homens que nos valorizam como mulher, como negra e principalmente como ser humano.

    ResponderExcluir
  20. Concordo com o comentário acima! Respeito acima de tudo. Sou negra e meu namorado é branco, me ama e me respeita acima de tudo. Acredito que toda essa questão de "homem que goste de mulher negra" inicia pelas próprias mulheres. Nunca me senti diferente ou menor que nenhuma outra, independente de cor.

    Concordo que vivemos em uma sociedade preconceituosa, que desfavorece a minoria. Contudo se o sentimento de menor valia inicia com você mesmo, somente é prejudicial a você. Se você (quando digo você é no geral) que é uma mulher negra sente-se desvalorizada, usada e coisas do tipo, somente pela cor de sua pele, é uma pena, pq para mim a cor da minha pele e minha origem é o que me valoriza! O sentimento de não aceitação, de não ter espaço é somente seu. Conheço mulheres lindas, brancas, com alto poder aquisitivo e que encontram-se nesta situação, de não se sentirem valorizadas, de serem a outra, ou seja, isso não é uma condição da MULHER NEGRA, é uma condição social FEMININA. A questão é não se sujeitar a isso!

    ResponderExcluir
  21. Parabéns pelo seu texto, em sabias palavras você disse o que muitas mulheres negras, inclusive eu pensa , mas posso ressaltar que homens estrangeiros dão mais valor a mulher negra , do que homens brasileiros.

    ResponderExcluir
  22. Para Janaine Natura li seu comentário e muito me fez pensar. Existe mulheres machistas? Se vivemos em um mundo machista porque as mulheres seriam imunes a isso? Só que as mulheres que são machistas, na verdade são vítimas da opressão que pesa sobre elas, não o são porque realmente acreditam isso e sim porque foram criadas "recebendo" tal tipo de informação que coloca as mulheres nesse local de submissão e de menos valor comparado ao homem.
    A questão racial também não é diferente, nós negras(os) somos criados em uma sociedade que diariamente nos indica um lugar e que esse lugar representa as margens, o submundo, a violência, a feiura, enfim, crescemos ouvindo que nosso cabelo é ruim!! Quer maior violência do que esta a uma menina que ao mesmo tempo que cresce tem sua auto-estima reduzida a nada. Essa foram de violência subjetiva e objetiva a que a população negra no mundo foi submetida resultou numa série de problemas que hoje buscamos corrigir, e essa correção só é possível porque resistimos secularmente a este lugar desfavorecido o qual tentam nos colocar. Enquanto a cor da pele for uma maneira de qualificar caráter e demais características subjetivas não é "babaquice" discutirmos a questão racial. Não é porque "sou branco(a) casado com negro(a)" que estou isolado do mundo racista que me cerca, caso não discuta isso com meus filhos mestiços, o pensamento racista ainda prevalecerá, porque só posso combater o que enfrento e desvelo, como discutir e desnaturalizar as relações raciais. Os altos índices de pobreza que incidem sobre a população negra não devem ser explicados simplesmente como desigualdade econômica, é preciso desvelar os mecanismos de exclusão "invisíveis" que incide sobre esta população e que ainda é pertinente que falamos em racismo, se ele ainda persiste, faz sentido falarmos em raça sob a perspectiva de uma realidade social, nada comparado aquela ideia de raça do século XIX, e sim como resultado dela.
    Kelly Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor comentario de todos, consciente, o que nao compreendo, as negras que sofrem racismo, vao procurar os brancos para se valorizarem? dizerem que sao homens perfeitos? e os negros quase que deviam todos morrer? e tem um odio para com um negro incrivel. Ja para nao falar dos negros e negras que dizem que nao gostam de brancos mas mal se deitam com um, passam logo a gostar de todos, e os negros e negras que dizem que nao gostam de mulatos, mas tentam ter filhos com o branco, e teem depois filhos mulatos, e so ai passam a gostar de mulatos tambem e esquecem o racismo passado, parece que odeiam se a si proprios de uma maneira assustadora e auto destruidora

      Excluir
  23. BOMBATTA DIZ:
    Bem incialmente quando nós, homens, vemos uma mulher somos atraídos pelos dotes físicos, seja ela negra ou não, bonita ou não, tudo é uma questão de gosto, se está enquadrado no perfil que me atrai ótimo eu vou tentar algo. É claro existem os acéfalos que são conduzidos pelo que a mídia impõe ou tem uma baixa auto-estima e acham que vão ser bem vistos pela sociedade ao lado de uma pessoa que se enquadra em um estereótipo ( todos sabem de quem eu falo ). A imagem vendida não só aqui no Brasil, como principalmente no exterior sobre a mulher negra é que ela é submissa, onde ela é só corpo, onde ela é mulher apenas da porta de casa pra dentro e não para a sociedade, infelizmente desde os primórdios é demonstrado isso. Mas já pararam para pensar no conteúdo, muitos homens veêm isso para iniciar um relacionamento, todos sabem que aquele corpo lindo e formoso não durará para sempre e então ficará o conteúdo, o conhecimento e apenas isso que restará. Quandos vocês falam que homem negro bem sucedido procura mulher branca, estão generalizando e associando todos nós com jogadores de futebol, pagodeiros e artistas. Para um relacionamento tem q ter mais que aparência, deve haver conteúdo; dificilmente um relacionmento voltado para aparência persiste, quand vc tem a beleza e mais o conteúdo e a pessoa do outro lado tem sagacidade pra perceber isso ela agarra com unhas e dentes, não deixa escapar.

    ResponderExcluir
  24. Sinceramente, ao ler essa discussão fico com a impressão que aí ter vários temas misturados e que são muito complexos para serem tratados como sendo uma só coisa.
    Nos relatos colocados aqui, várias pessoas colocaram o relacionamento entre negros (homens) e brancos (mulheres) como algo bastante comum e conhecido nas suas experiências próximas. O relacionamento, então, dos homens (branco ou negro) com as mulheres (brancas ou negras) é que está em questão.
    "Quantas de nós, mulheres pretas, ao conhecer um cara, seja ele branco ou preto, não se perguntou se ele se aproximou apenas para uma transa rápida e nada mais?". Não tenho dúvida de que isso é um tema comum à mulher na sociedade. Essa é uma questão de gênero, não de raça.
    Não sou negra, mas sou mulher e também sinto "na pele" os efeitos de ser mulher numa sociedade regida por valores e morais que têm como base o masculino sobre o feminino.
    Até gramaticalmente temos que nos adaptar a uma realidade onde, se há um único homem entre mulheres, deixamos de ser "as" e ficamos implícitas em "os"...

    ResponderExcluir
  25. Muito bom seu texto. Eu percebo isso na escola, como minhas alunas negras são tratadas e preteridas pelos garotos, negros ou brancos. Enquanto mulher também tive meus problemas, mas percebo que só quem carrega na pele é que pode dizer, minha mãe, pele preta, poderia dizer bem mais do que eu. Um grande abraço e vamos na luta contra o machismo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade preteridas por negros e brancos, mas quando ficam ssexualmente activas preferem os brancos, que negaram-vos e chamaram-vos de pretas feias, so prova que gostam de ser maltrataddas, preteridas por brancos, e eles sao os herois da maioria? odio proprio, racistas.

      Excluir
  26. Nossa, muita treta né...

    Pensamo isso um pouquinho aqui: NOSSO JORNAL 2ª edição, Suplemento "Mulheres Negras"
    => http://verd.in/b1vn

    ;)

    ResponderExcluir
  27. O que me incomoda nessas discussões é um tom reacionário de algumas pessoas que insistem em afirmar que no fundo todo mundo é igual, negando mais um vez a diversidade humana...

    No caso do Brasil, como mudar simplesmente de recentes e atuais abismos em que certas pessoas são gente (brancos ou o mais próximo disso) e outras objetos (negr@s, indígenas ou o mais próximo disso), para automaticamente "somos tod@s iguais"?

    Não somos iguais de jeito algum, muita coisa precisa ser corrigida... não basta interromper um erro, é necessário reparar seus danos e trabalhar para que ele não ocorra novamente... eis a necessidade de ser confrontar tanto atualmente a problemática étnico-racial!

    Não lutemos para sermos simplesmente "o padrão", mas para que não ajam padrões oprimindo ninguém e cada ser/grupo possa ser singular livremente e dignamente! Somos todis diferentes entre seres e entre grupos sociais, e nem por isso temos que nos degladiar... viemos de origens diferentes, dependendo de nossas características e marcas vivenciamos sim o mundo de forma totalmente diferente pois símbolos/signos recebem sentidos diferentes o que gera situações diferentes, temos necessidades diferentes, etc, etc, somos vári@s por isso somos mais!

    Compreensão mútua e alteridade, me parece bem mais benéfico do que essa pala da pseudo igualdade, insistência meramente discursiva, essa forçação para que as experiências sejam equivalidadas sendo que quem exige essa equivalência geralmente é o lado que detém BEM mais poder... (Invisibilizar a diferença para perpetuar a intolerância!)

    Pessoas de sexo feminino e fenótipo negro.. pessoas assim são muitas e diversas, várias e variadas, sem dúvida, mas, no contexto Brasileiro e certamente latino-americano, ser mulher e negra foi sócio-culturalmente, político-simbolicamente, etc, significado como um estigma gigante e sem precedente, quem assim é e classificada e alocada, negra mulher, tem um lugar muito terrível de interdição a possibilidades existenciais íntegras... o que temos que mudar é a significação, não a naturaleza do significante, somos o que vamos sendo e isso tem de parar de significar inferioridade!

    Precisamos tomar consciência de onde, como, quando e pq as coisas vão sendo como são conosco, tomar consciência de quem somos e o que isso implica, alcançar nosso cerne, árvore sem raiz não fica de pé! E como já diria alguém, 'melhor morrer de pé do que viver a rastejar'!

    Acho que sem dúvida mulheres em geral são objetificadas, mas o caso das mulheres negras, e de outros grupos tb, não é apenas um aprofundamento da opressão das mulheres em geral, um subtipo, não, há nuances muito específicas e uma vivência única e singular dos dispositivos de feminização... não abro mão de reclamar um entendimento singular das coisas, pq só com um enxergamento minucioso e lúcido poderemos mudar o que precisa ser mudado... não somos um tipo "específico" de mulheres, somos OUTRO tipo de mulheres, carregamos África nas origens culturais e nos sentidos de nossa imagem, no axé de nossos corpos e bagagens... qual o problema? Isso não devia ser problema! Isso só incomoda quem tem a pala da homogenização e horror à ideia de diferença (ou seja, as hegemonias universalistas e etnocêntricas!)...
    Encaremos e vivenciemos nosso lugar singular, dourar a pílula é perverso e perpetua atrocidades! O respeito tem de ser geral, e não as pessoas serem iguais!

    CONTRA SÉCULOS DE NEGAÇÃO, UM PRESENTE VÍVIDO DE AFIRMAÇÃO!

    "Cada negra(o) que se torna consciente de seu valor como pessoa humana, que resgata sua auto-estima valorizando seu ser e sua cultura, é uma negra(o) que deixa vazio o túmulo no qual a ideologia racista tenta nos manter mortas(os) sob a pedra da inferioridade..." - (José do Carmo da Silva)


    NOSSO JORNAL 2ª edição, Suplemento "Mulheres Negras" => http://verd.in/w370


    wwww.nossocoletivonegro.blogspot.com

    ;)

    ResponderExcluir
  28. Sou mulher NEGRA,e confesso que não acredito em AMOR de homem negro.Eles só querem explorar fisicamente e financeiramente a mulher NEGRA.Eu gostaria até de fazer um "ESTUDO SOCIAL" dessa situação para entender porque eles são tão mentirosos e sem caráter no relacionamento com a mulher NEGRA.Quando arrumam uma BRANCA eles mudam totalmente.Cansei.Homem NEGRO !Nunca mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cheguei a mesma conclusao com a preta. Obrigado por confirmar.

      Excluir
  29. muito oportuno este texto, parabens! Sempre preferi as negras, mas nuanca antes havia feito distinção. Reconheço que estava cego e por isso por vezes magoei e fui magoado... enfim é a vida! Hoje vejo realmente a força que a mulher negra tem e realmente não são todos os himens neros que tem cassífe e disposição para assumir um relacionamento como mulheres negras. As brancas são brancas e a visão ensinada aos homens negros , na sua maioria, é a ascenção... Nãi adianta que eles não enxergam dessa maneira e acham que é coisa da cabeça de quem tá atento às entrelinhas do relacionamento interrcial... A vida ao lado de uma mulher negra é realmente algo fascinante, por tudo que se aprende, e como afrodescendente, estou mais seguro e afrocentrado. E não valeria de nada esta mentalidade se todos os pontos da minha existÊnci não contribuisse para esta postura, que muitos podem até chamar de fundamentalista... Vejo no movimento negro alguns hipócritas que pregam uma coisa e fazem outra, alegando que a culpa é de vcs... os enxergo como fracos e covardes, pois se são o dizem serem, devem agir tal como... Um negro para ser negro deve se questionar por quais caminhos vai trilhar sua vida... não esquecendo de Deus, e daquela que vai estar ao seu lado para juntos conquistarem seus sonhos e objetivos na manutenção da família preta, estruturada e feliz... Estou com uma mulhe preta, de força descomunal, e não consigo enchergar um futura sem uma família preta até a raiz... Sou negro apaixonado por minha afrodescendência e por minha família preta... Amo uma mulher não pelo que ela representa na cabeça dos cegos e curtos, mas sim pelo que ela é, por sua alma, por sua força, etc...
    :)

    ResponderExcluir
  30. UM problema é que os homens pretos aprenderam a tratar as negras muito mau, daí elas vão tentar com os brancos, na ilusão de ser valorizadas. Os brancos até tratam bem, mas é um tratar bem superficial. Quando elas pensam em viver a plenitude da relação, eles delimitam ate aonde elas podem chegar, deixando bem claro o espaço dela é limitado.

    Débora Anjos

    ResponderExcluir
  31. TEXTO PERFEITO E OPORTUNUO PARA ESSE MOMENTO...

    MEU EX COMPANHEIRO NEGRO, DIZIA:VC TEM UM AXÉ
    DIFERENTE DAS OUTRAS É MAIS "GOSTOSA" IMAGINA!!
    EU COMO ESPOSA DELE JÁ NÃO PASSAVA DE UM SUB PRODUTO.. NÃO QUERIA DE JEITO NENHUM QUE EU PASSASSE CREME OU QUALQUER AGRESSÃO QUIMICA MAS NÃO PODIA VER UMA BRAQUINHA DO CABELO ESCOVADO... CHEIO DE FUNDAMENTO NEGRO FORJADO,ADORAVA IR AOS PROSTIBULOS ATRAS DE UMA AVENTURA COM LOIRAS,FICAVA VENDO FILMES PORNÔS QUE TIVESSE O MESMO TRAJETO, CRITICAVA AS NEGRAS QUE ESPICHAVAM OS FIOS E NÃO PODIA VER UM CABELO LISO ATÉ QUE NÃO AGUENTEI AS TORTURAS E DISSE QUE ELE NÃO PASSAVA DE UM OPORTUNISTA E A CARAPUÇA COUBE,SENDO ENTÃO O TESÃO MORREU ALI...ACABOU-SE
    PENSO COMIGO QUEM ERA REALMENTE ERA ESSA FIGURA QUE M ERELACIONEI COM UM DISCURSO BEM ELABORADO,QUE ERA UM DIFERENCIAL AFIADO NA HUMANIDADE...
    NÃO PASSAVA DE UM SLOGAM...

    DARA AMADA.

    ResponderExcluir
  32. ....Pois é...sabe qual o sentimento quando leio esses relatos? Pura certeza das minhas suspeitas, a do porque quando tinha namorado a diversão era sempre em casa,com a sogra ajudando na cozinha, ele achava lindo e eu também.. e quando desisto de viver nesse mundo cheio de fronteiras, as relações não são levadas a serio,o porque sou solteira a quatro anos, mesmo sendo, segundo eles 'a PRETA mais linda de sua vida'.. Tão linda, inteligente, simpática... enfim, mas não o suficiente para ser sua esposa, mãe dos seus filhos, apresentar aos amigos, logo porque não irá dar o status merecido, por ser Negra e comportar -se como tal, não ter cabelos escovados e longos,roupas completamente de patricinhas.... . Sendo assim, vem logo o arrependimento, os questionamento por não ter permanecido no relacionamento que mesmo com todos as circunstancia era um relacionamento serio, de família, ao menos parecia .. Hoje 31 de dezembro, meu aniversario, escrevo essas palavras com lagrimas nos olhos, pois todos meus colegas tem uma programação, contudo com seus futuros esposos, esposas .. enfim, sempre tem alguém, nunca então sozinhos ,porque são universitários, cabelos lisos pintados de loiro, corpo malhado para o verão..e eu Universitária,NEGRA de Black,em casa, solteira, na net. O que será que estar acontecendo realmente com os homens Negros? só desejam mulheres brancas? as Negras só servem para ser amigas ? Não sei, o que realmente sei que os homens nunca estão prontos para um relacionamento serio comigo...segundos depois encontra-se no Facebook em um relacionamento serio com uma loira, cabelos lisos (cheio de guanidina, tinta e muiita escova) longos e com a pele clara..mas quando vejo que minhas amigas Negras de Black, roupas longas, gordinhas e que estão todas solteiras , minha felicidade é em perceber que o problema não sou eu em si, e sim o fato da nossa estética...Em 2012 espero que nossos traços fenótipos não atrapalhe a felicidade.. que nesse mundo racista , as diferenças não sejam fator de exclusão !! Axé a todas irmãs de COR !!

    Aline Nascimento

    ResponderExcluir
  33. Para as negras que vivem reclamando que homen negro é isso ou aquilo. Por que voces não procuram uma formação profissional. As que moram em SP, vão para USP, para as Bahianas, vão para a Federal de seu estado. Tenho 36 anos, moro no RJ, sou Engenheiro de Software. Aos 19 anos catava papelão, lavava banheiro e no fim do mês, pagava R$460,00 de mensalidade na PUC-RJ. Com 24 anos ja ganhava cerca de R$5.200/ mês. Conheço um monte de paises, falo Ingles, aplico na Bovespa todos os dia e SOU NEGRO QUE NUNCA tive oportundiade de namorar negra alguma, muito menos mulher brasileira. Viajo todo ano par Europa e ao chegar la, nem preciso cantar ninguem, minha educação é a chave para conquistar as mulheres européias. Aki no Brasil sempre tomo um não pelo meio da cara das negras. E ainda tem alguams que sussuram..."essas porras nem tem estudo"..seria justo eu dizer que todas as negras seguem essa linha imbecil de raciocinio? Ao menos no RJ tem sido assim. E pior, elas, negras estão agora alizando seus cabelos e só dando preferencia a homem de pele clara...não entendo as mulheres negras...quando feias, se sentem no direito de exigir que os homens negros se casem com elas, mas, quando são lindas, só dão chance a homem branco...alguem aqui poderia me explicar isso?

    Perfil no Facebook : Denilson Marcos (uso uma jaqueta vermelha)

    ResponderExcluir
  34. Pois é DARA AMADA,

    Não entendo como voces mulheres são facilmente enganada por esses caras...com todo respeito, mas me parece que quanto mais canalha, mas voces gostam. Fico impressionado como na Igreja de São Banedito, em Pilares, suburbio do Rio de Janeiro,existem inumeros bons moços que querem compromisso,mas nenhuma mulhere os encerga, mas já os vicidados, os maus elementos, os mentirosos, esses sim trocam de mulher como nos trocamos de roupa...alguem pode explicar isso?

    Denilson Marcos

    ResponderExcluir
  35. Eu gostava de mulheres negrasm mas trai-me e trocou por um branco, so mesmo por ser branco, 1 ano mais tarde arrependida disse-me que se eu deixar a minha actual mulher ela deixava o branco que seria minha para sempre e amava-me muito. Engraçado mas de mim tinha abortado e do branco não abortou, de mimm tratou-me sempre mal como que estivesse contra mim, e o branco sempre caladinha e obediente, eu como nao sou banana nem corno manso como a maioria dos agora chamados por todo o mundo de pretos, segui prontamente e sempre a minha vida, arranjei uma esposa africana, tenho 3 lindos filhos africanos mas seres humanos que se auto initutulam com pretos negros de cor, etiquetas depreciativas metidas pelo branco a seres humano de pele escura, todas essas pessoas que nao se consideram homens e mulheres primeiro fujo delas, sao destrutivas e odeiam tudo o que lhes façam lembrar eles proprio so me dou com mulheres e homens africanos, e fujo dos auto intitulados de pretos negros etc.
    Hoje na Europa encontrar um casal africano e acontecimento raro, as negras ou pretas tao todas com todos os brancos que lhe apareçam a fente, e os pretos com a mao deles e com uma branca, povo que se odeia a si proprio, e vai logo sem pensar duas vezes correr para os braços de quem os tornou assim, so existe branco no mundo deles, ou é branco ou é branco.
    Fujo de gente assim e dos brancos tambem, quem conhece os ultimos 2 mil anos de historia dos brancos sabe que tipo de povo estamos a falar quem nao conhece defende, mesmo que estes os odeiem defendem a mesma, povo da marcha, dar outra face, esquecer, ser esquecido, levar e calar, chorar, gritar, perdoar, mas fazer isto com eles proprios, quando eles proprios so conhecem odio e inveja entre eles proprios, nao fazem mais nada a nao ser isto, distancia sempre de gente auto destrutiva e racista para consigo proprio, mais barbaros nao existe.

    ResponderExcluir
  36. Vendo e lendo os comentarios confirmo que a preta ou negra ou de cor, quer o que o branco a trate como trata as brancas, se isso acontecesse os pretos todos podiam morrer, Donde vem esta fixaçao pelos brancos? Voçes sempre gostaram mais deles do que a vossa outra parte, porque na realidade voçes nao gostam de voçes, por isso arrebentam na grande maioria todo o dinheiro e saude para tentar ficar mais parecidas com quem? com a branca. Racistas sao e nao podem negar, eu com pretas nunca mais, destroem qualquer relaçao passam horas a frente da televisao a ver novelas com brancos semi nus, a fantasiar, e desejar, ninguem consegue tirar uma novela de brancos de uma preta, ela prefere aqui do que o seu proprio homem, so se queixam e nao metem um espelho a frente, a vossa queda e a queda do preto vai ser muito grande, vao chorar, por serem tao burros e mais uma vez enganados, digam me quem quer uma mulher que abre logo todo para o branco, mas para quem e igual a ela arma-se em branca, para o branco é pior que os homens, o branco diz nao haver mulher mais facil que a preta, o que elas querem sao os brancos, e os pretos sao merda, e isto que voces e os pretos se sujeitam pela vossa burrice e odio proprio graças a Deus sou Africano nao sou preto nem negro nem mulato nem cabrito sou um HOMEM, e acima de tudo um HOMEM AFRICANO, faço tudo melhor que a maioria dos brancos sou descendente de Reis, Guerreiros, Chaka Zulu, Malcom X, Amos Wilson, Nat Turner, Patrice Lumumba, ...,...,..., bem podem tentar brancos mas nunca serão eu, andavam voces nas grutas da europa ha 3 mil anos, e eu a 120 mil anos ja construia edificios que voces hoje ainda tentam descobrir como eu fiz isso ha 120 mila anos, realmente voces so enganam o vosso escravo eterno fiel e discreto a preta e o preto, que depois de tudo, a minima coisa arranja so desculpas para ir ter com quem? com quem lhe arrebentou, gozou, humilhou, violou, espancou, o crime compensa quando é feito contra os pretos, olhem como eles vos amam.

    ResponderExcluir
  37. Eu não sou negro, ponto. Também não sou branquelo,se pego muito sol fico preto, meu pai é branquelo e seus pais também, minha mãe não é branquela e seus pais, bom, minha vó é hiper branquela de olhos azuis filha de holandeses, meu avô é negro, bem negro de olhos verdes claros. Bom, dito isso, não sou um cara branco em busca de uma negra ou de uma branca ou amarela. Sempre quis namorar uma japonesa, ou uma loira de olhos azuis, ja namorei brancas de cabelos lisos negros, ja namorei negras com os cabelos naturais, não pretendo namorar gordinhas, a não ser que ela seja uma pessoa que me faça feliz, seja engraçada. As negras que namorei, uma tinha corpo escultural, as brancas nem tanto, mas todas eram magras. Há, namorei uma menina de pele como a minha e era muito gostosa, não sei dizer o tipo de minha pele, pois se vivo tomando sol pode-se dizer que sou moreno, mas minha bunda que fica escondida do sol é branquinha, bom, mas não vem a questão. Bom, o que quero dizer aqui é que não importa o tipo de pele, esqueça esta história racista, seja feliz, como dizia um tio meu, seja pra frentex, sorria, vc é linda. Houve uma garota negra que namorei, na época eu não tomava muito sol, eu me divertia muito com ela. Ela fazia muito bem para minha autoestima, até hoje guardo uma foto. Ela foi para outro estado e não pude ir, ó tristeza. Não posso dizer o que é ser negro, um povo com uma história muito triste e forte, como também as dos judeos, muito triste, mas as dos negros a tristeza é bem mais longa. Mas posso dizer que elevar a autoestima, saber que vc é linda, inteligente, entender que quem discrimina é uma pessoa que não dá valor há nada na questão da alma, que quem discrimina não é muito inteligente e sofre muito por dentro e provavelmente sempre acabará sozinha. Brancos se suicidam mais que negros, verdade. Você não, estará sempre com amigos, família, linda e saberá na sua velhice que viveu a vida plenamente.

    ResponderExcluir
  38. Eu me sinto abençoado... tenho uma mulher negra magnífica... tenho meus pais e minhas irmãs brancas magníficas... tenho vários amigos sendo a grande maioria deles negros... ja tive um grupo de RAP onde somente eu era branco... ja participei de vários times de Basquete onde tinham vários negros... ja sofri vários preconceitos no RAP e no BASQUETE por ser branco... mas nunca fiz questão, dava uma de bobão e não deixava isso me agredir e me contaminar, com isso meu coração ficou intacto e toda pessoa que conheci depois disso era como a primeira vez... assim nunca desperdicei as novas amizades com mágoa ou pensando que as pessoas negras me veriam como aquela que me agrediu... sempre com muito amor para todos preservei os melhores amigos e as pessoas ruins me deixavam em paz... sempre me esforcei para agir da melhor forma com todos porque eu sabia que quando a mulher certa entrasse na minha vida eu não poderia estar com o coração magoado, machucado ou com traumas das experiências e dos relacionamentos anteriores porque senão não daria o amor e o tratamento necessário para certificá-la que eu era o homen certo para ela... sempre quis uma pessoa com muito amor para dar a todos , quenem eu me sinto... e Deus foi muito bom comigo,.. em muitos momentos da minha vida pensei que ficaria sozinho até meus últimos dias mas aos meus 29 anos descobri que Deus tinha um plano e eu encontrei a mulher da minha vida do jeitinho que eu queria com muito amor para dar a todos... o mais interesante é que ela teve o mesmo conceito de esperar e ela tinha 28 anos sem traumas como eu... se ele viesse com essa que todos os homens são iguais eu acho que não estaria com ela hoje... nós dois começamos como meu primeiro amor eu deu mais do que certo... meu amor por ela é tanto que cada noite que sofri nesses 29 anos pensando na solidão (não por não ter uma namorada mas por não ser a mulher certa ai eu nem prosseguia e ja terminava o relacionamento).. sofreria de novo para tê-la em meus braços... quero dizer aqui, que compensa esperar e que por mais que a vida nos bata mantenha o foco, mentalize, acredite, tenha fé, não se abata, se ame mais do que tudo, pq o amor própio é o princípio.. se vc se ama quando alguem falar do seu cabelo, da sua pele, por dentro vc vai dar risada e pedir para que Deus ilumine aquela pessoa, pq quando a pessoa fala assim é pq ela se sente ameaçada por vc, se sente inferior ai a maneira mais fácil e mediocre de ficar por cima é denegrir a sua imagem... porque vc tem a sua integridade, sabe do que vc é capaz e oq vc é... tenha bom senso e assista menos televisão, pq ela agride nossas mentes com regras, dógmas, padrões e idéias para que a sociedade compre-as e fiquem presos... se liberte sinta cada respiração, preste mais atenção em vc mesmo(a)... viva mais com a sua família, ame, sorria e se desligue da rotina... vc não é um robô, conteste.. ponha o amor na frente... acredite... que somente assim vc vai ver a parte boa... se vc espera ser reconhecido pela sociedade esbanje carisma e amor... pq se vc chegar a uma entrevista de emprego pensando que vai sofrer preconceito, realmente vc vai sofrer... então não pense simplesmente faça com a maior dedicação e amor possível, que mesmo tendo discriminação a sua alto estima nunca irá abaixar pq eles não te merecem e Deus colocará em seu caminho uma empresa que te mereça... com essa consiência vc vai ser insuperável e vai ter o amor refletido em seu semblante... todo ambiente que vc entrar será envolvido pelo seu brilho... que Deus abençoe a todos, muito axé, é nóis

    ResponderExcluir
  39. Minha humilde opinião é : As mulheres negras tem que se assumir ,não alisar os cabelos em primeiro lugar ....aí começam os conflitos . Se vc nasceu negra com cabelos etnicos porque mudar????Este comportamento denota insatisfação com a propria raça .Admiro,apludo as pretinhas de ceblos duros , lindos, bem tratados .O orgulho de ser negra esta na aceitação de seu corpo,cabelos e postura.
    A sociedade cobra isto POSTURA ,não adianta manifestar e depois correr para um salão gastar tufos de dinheiro para sair com os cabelos lisinhos ao vento. A gente par né ???...Quanto oa homem negro hã este e outro problema , a falta de auto estima deles fazem com que eles prefiram as brancas,loiras etc...,puro engano hahahahaha, acham que serão mais admirados,respeitados quando estão ao lado de uma mulher branca...mas tabem tem outro problema será que alguém pode responder?
    Quantas destas mulheres BRANCAS são realmente BRANCAS????Pretinhas do meu lindo pais somos os seres mais especiais deste pais quisá do planeta . Deixem quem não te quiser de lado,se ele não te olha e porque não te merece .Bjos no coração de todas !!!!Meus cabelos são lindos e não troco por nada deste mundo,só dou para meu orixá !Asé odara Ô!!!

    ResponderExcluir
  40. É triste perceber o quanto pessoas que por debaixo da pele são tão iguais, menosprezam tanto o seu próximo por possuir uma cor diferenciada.
    Sou negra também, e ao mesmo tempo que me orgulho por isto, pego-me, muitas vezes, com uma baixa auto-estima.
    A sociedade na qual vivemos é preconceituosa e racista. Discriminadora em seus diversos aspectos. Discriminam por cor de pele, opção sexual, classe social e muitos outros fatores e não se dão conta de que este tipo de atitude é que formam o abismo que destrói a própria sociedade. Ferem as pessoas como se o único sentimento fosse o de si próprios e que o ferido não se importa..
    Muitas vezes já chorei por perceber que o negro vive de uma forma secundária... Que nesta sociedade formada com tantos belos conceitos, porém hipócritas, o que conta são cabelos lisos, olhos claros, corpos impecáveis, pele clara.... Caráter não conta mais. Conta-se o que você é por fora e o que possui de material.
    Sinto informar, mas se é negro, assim como eu e muitos que aqui comentaram, é algo mais complicado...
    É lamentável, mas é a realidade do mundo, e pior ainda, do nosso Brasil, um país diversificado, mestiço, porém, racista e preconceituoso.

    ResponderExcluir
  41. Eu vou resumir minha experiência pessoal.

    Meu pai é Negro, nasceu em família bastante pobre, passou por grandes dificuldades quando criança e adolescente. Porém, ele estudou, fez algum esforço, e conseguiu um emprego no serviço público, com um bom salário. Não é nenhum Juiz Federal, ou um Diplomata, mas o permitiu levar uma vida bastante confortável.

    Mais tarde, conheceu e casou-se com a minha Mãe, que é branca, de família não rica, porém não pobre.

    Apesar de eu ter tido uma vida sem problemas financeiros, meu pai era alcólatra, muitas vezes tive de aturar várias discussões em minha casa, onde ele estava bêbado.

    Resultado ? Não quero saber de negras pra namorar nem casar. Mesmo sendo negro em parte, minha mente enxerga as brancas como puras, e respeitáveis. Enquanto as negras, eu automaticamente classifico como mulheres 'do mundo'. É lógico que eu não me casaria com nenhuma Panicat, independente de sua cor.

    Quando eu penso em casamento, logo me vem uma branca em mente, apesar das loiras ficarem velhas e feias mais rapidamente.

    É logico que o Amor pode mudar tudo.

    ResponderExcluir
  42. E este é o país em que vivemos, onde as loiras acham que mandam e nós sobramos.
    (...) Eles podem até sentir algo, mas nunca falam. Não tem nada a ver com classe social ou etc., tem a ver com preconceito deste lugar. (...) Salve Europa, onde os homens caem aos nossos pés.

    ResponderExcluir
  43. Eu sou negra e tenho muito orgulho de quem eu sou, eu sou casada há 6 anos com Thomas ele é branco e é de Londres. Ele é um homem maravilhoso, que me ama me completa me faz sentir que o amor dele é única coisa que eu preciso nessa vida. Várias pessoas da minha familia e da familia dele foram contra, eles diziam pq nós eramos muito novos pra casar mas eu e ele sabiamos que o problema não era isso era fato de eu ser negra e ele branco. Eu quase desiste de casar com ele por isso, pq na familia dele a situação era pior me sentia totalmente deslocada em reuniões familiares com a familia dele pq muitos me destratavam. Eu terminei com ele por causa da familia dele, da minha familia e do que as pessoas diziam sobre eu e ele estar juntos de que nós não combinavamos juntos, nós eramos um casal estranho. Eu escutei as opiniões alheias e terminei o nosso noivado, já faltava 7 meses pro casamento. 1 mes depois ele voltou pro Brasil dizendo qe não podia viver sem mim e qe precisa de mim, não tem como dizer não para um homem que se declara pra vc. Nós voltamos, nos casamos e tivemos uma filha a Blair a nossa princesinha que há pouco tempo fez 4 aninhos. A Blair nos deixou mais unidos do que nunca, a parte triste disso tudo é que a mãe dele até hoje não me aceita e não aceita a Blair por ela ser negra. O Tom não fala com a mãe já faz mais de 3 anos, pq ela disse que a Blair não era neta dela se ela nascesse "escurinha", desde então ele não fala com a mãe ele disse qe não é mais filho dela se ela não aceita a Blair. É muito triste ver um filho sem falar com a mãe, mas foi ela mesma qe provocou tudo isso qe afastou ele. Eu não espero qe um dia ela vá me aceitar, mas espero qe ela aceite a Blair pq ela é neta dela, já perguntou pq a vó não gosta dela e é muito triste isso. Eu e o Tom inventamos uma história, é errado fazer isso mas achamos melhor não falar a verdade pq ela é tão nova e não entenderia tudo isso.
    Ela tá perdendo a chance de conviver com uma menina maravilhosa, cheia de vida, tá perdendo tudo isso por ignorancia pq preconceito é pura ignorancia.

    Larissa

    ResponderExcluir
  44. Sou negra e estou casada com um homem branco,graças a Deus me sinto muito amada mas percebo o preconceito das pessoas quando estamos juntos,e há uma certa rejeição por parte dos colegas dele a meu respeito quando saimos juntos isso é terrível pois ainda não consegui a lidar com essa situação.

    ResponderExcluir
  45. sou negra, linda, magra, alta, pareço uma modelo, e odeio andar com meninas brancas porque já sei que os homens olham só pra elas. E quando acontece isso, me dá vontade de chegar neles e dizer "você olhou pra mim pra ela? O que ela tem de bom que eu não tenho? Só porque ela é branca seu racista? Eu posso ser uma neguinha mas também sou mulher!" Mas sempre evito de sair com meninas brancas. Quero que elas se ferrem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olha só que beleza de homem!!!
      Parabéns querido.

      Excluir
    3. Oi Ana,obrigado pelo comentário,o que eu eu disse é exatamente o que penso,sem demagogia;até mesmo porque eu sei,na pele o que é o preconceito,mas,meu amor próprio é mais forte.

      Excluir
  46. nossa amigas pretas!!! passei por esse mesmo problema um FDP q eu saia nunca me assumiu, a gente so "ficava" e dessas ficadas eu acabei engravidando.....bem feito pra mim, pois eu passei os 9 meses da grávidez sozinha....e ele me falando q n qria namorar ninguem, pois antes da minha filha fazer 1 ano ele começou a namorar c uma branca de cabelo tingido loiro,comprou uma moto e hj ele desfila c ela pela minha rua e me trata cm um lixo.....td q ele n fez pra mim ele faz pra ela, alugou uma casa assumiu o filho q ela ja tinha, comprou uma moto,botou uma aliança no dedo dela e desfila c ela pela rua cm c ela fosse linda......e td isso pq pq eu n sou BRANCA

    ResponderExcluir
  47. O preconceito não é do negro? O negro se auto escravizou durante anos então?!!
    O preconceito vem da sociedade do homem , mulher branca , e do instinto de inferioridade do negro.
    Eu aprendi a me defender ,não me abato e muito menos deixo alguém me abater. Os meus ouvidos e os meus olhos estão sempre atentos a qualquer sinal de preconceito , em todos os lugares, eu não deixo mais , não mesmo.
    Eu sou muito fechada , por esse e outros motivos também .Espero o homem tomar toda iniciativa e após isso eu dou qualquer tipo de sinal.
    Muito tempo da minha vida eu me achei feia , pois sou filha de pai branco e mãe negra . Então eu me achava o estorvo do mundo. Até que um dia entrei para uma igreja e me dei conta do meu valor . Comecei a namorar e somente encontrava homens brancos , eu enfrentava sogras loiras e sempre de cabeça erguida, entrei para uma faculdade de direito e vou levando a minha vida
    Hoje me sinto ótima , vivo em uma cidade em que a população é de 76% mulheres para 24% homens a maioria são todas brancas , porém não me incomodo mais , isso não me afeta ,sou linda, sou metida , sou orgulhosa , e convencida mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi Ana;acho que o melhor seria dizer que o preconceito é do ser humano,independente da cor da sua pele.Se não se é negro,é porquê tem tatuagem,ou é gordo,homossexual,enfim,creio que esse comportamento vem da ilusão do ser perfeito,pois como se diz,o homem destrói aquilo que não entende.Não passamos de pessoas,apenas isso,infelizmente,padecemos dessa doença da alma,traduzida na forma de estigmas,ideias pasteurizadas e convenções sociais.As pessoas se prendem somente ao que é fácil de ver,e não conseguem ir além.É mais comodo não se dar à esse trabalho.Enfim,como você mesma disse,não exatamente com essas palavras,sejamos tudo o que querem essas pessoas,deixemos o trabalho de julgar e conviver com a própria presunção para elas.Somos bem mais felizes,garanto.

      Excluir
  48. olha pior é quem é preta e gorda igual eu posso até ser bonitinha mas sou gorda e preta... e sou virgem porisso pois eu tenho 20 anos gosto de rapazes da minha faixa etaria e pior tambem sou exigente por mais que eu tente nao ser . eu sou gosto de rapazes brncos ou moreno claros da minha faixa etaria , só que eles preferem as brancas e magras. todos os homens que olham pra mim é velho ( que nao curto nem morta) e os negros que infelismente só querem saber de sexo mas eu to falando serio todos que chegaram em mim só tava interessados nisso. e eu nao me interesso por gente assim tenho medo do cara só querer me comer e pronto e as coisas nao é assim. as mulheres brancas preferem os negros poq tem o PAU grande, os branco preferem as negras só no sexo pq pra ter um romance serio só as branca e magra.. complicado né? minha mae é branca e meu pai é negro, ele sempre preferiu as brancas (meu pai tem filho com 4 mulheres namorou e fez e largo)minha mae sempre preferiu negros por causa do --- ja falei né? e eu entre uma preta e branca os cara lindo preferem a branca. de gorda e magra preferem a magra entao quem é preta e gorda se ferra ........ ja sofri até isso na sala de aula ha ela é gorda pega o primeiro que vier E AS COISA NAO É ASSIM NAO CARA EU TENHO O MEU VALOR E SOU EXIGENTE MESMO O Q VIER QUERENDO SÓ TRANSA E MANDO TOMAR NAQUELE LUGAR MESMO. TODAS AS MULHERES TEM SEU VALOR E NAO É NA COR NEM NO TAMANHO DA PANÇA QUE SE VE ISSO.

    ResponderExcluir
  49. Bom dia ,eu li o post e não entendi muito bem aquelas afirmações que o homem diz a uma mulher negra.Normalmente quem diz isso a uma mulher negra são homens brancos.Eu acho que negros não falariam isso ou falariam?não sei.Eu sou negro e o que eu vejo que as mulheres negras não querem se relacionarem com negros por varios motivos.Ai eu leio esse texto e vejo que as mulheres negras se derretem por caras brancos,e esses só querem sexo e depois ficam reclamando que os homens as só querem como objeto e nada mais.As mulheres negras poderiam dar mais oportunidades para homens negros,eu tenho amigos negros que reclamam disso.

    ResponderExcluir
  50. Já sofri muita discriminação por causa da cor da minha pele. Ouvi inúmeras vezes, os colegas de classe dizerem que nunca me casaria por ser preta. E isso era muito triste! Não pelo casamento em si, mas por achar que eu seria algo ruim por possuir essa tonalidade.
    Quando eu fiz quinze anos, já possuía quase a altura que tenho hoje. Nisso começaram a surgir convites para alguns desfiles/ fotos. Com tal exposição apareceu o primeiro namorado. Ele é um negro muito bonito, tem uma família bem estruturada, mas racista! Fui muito mal recebida por uma tia, e isso me deixou muito abalada. Com o passar dos meses, ele informou o fim do nosso relacionamento. Com 18 anos voltei a participar de concursos de beleza. Esse meu ex- já possuía uma outra namorada - branca, e eu via como ela era bem aceita por todos. E como eu comecei a trabalhar com desfiles, logo ele tentou uma aproximação.Um ano depois, comecei a namorar outro cara negro. Ele dizia que só namorava mulheres negras, mas sempre que eu tirava o aplique, ou ganhava peso - ele reclamava e muitas vezes eu percebi que ele pedia "um tempo". Quando ele começou a namorar uma branca, loira bem gorda. Eu fiquei pensando; pra namorar uma negra ela tem que se matar de tanto malhar e usar roupas da moda, se for branca tanto faz?
    Quando comecei a trabalhar no magistério, conheci um carinha - ele é loiro de olhos bem azuis. Ficamos por três meses, e eu nunca fui tão bem tratada em toda a minha vida. Ele nunca disse nada referente ao meu cabelo, ou minhas roupas. Eu pude perceber o quanto ele realmente se importava comigo, ligava-me todo dia. Vinha me ver no final semana... Ele abria a porta do carro para que eu entrasse, trazia bombons pra me agradar... E como não moramos na mesma cidade, o romance chegou ao fim...Eu acredito que a mulher tem que se valorizar sim, seja ela branca ou preta. Eu vejo aqui onde moro, os negros que se formaram na faculdade estão todos casados com as brancas. Eu vejo algumas amigas que se "juntam" com homens negros que só pensam em pagode, cachaça, droga.Se hoje as mulheres estão nessa de procurar homens brancos é porque os negros estão faltando. De todos os caras que eu já fiquei nessa vida, os brancos foram aqueles que me trataram melhor. Essa coisa de sermos mais exigentes é pelo fato de que não vamos mais tolerar qualquer um, visto que, os melhores estão em "mãos brancas".
    Você MULHER e NEGRA: estude, trabalhe, faça yoga, coma nos horários certos, beba água, leia livros interessantes, veja filmes estrangeiros, crie uma rotina, seja organizada, reze...
    A vida para a mulher negra é muito difícil, em todos os aspetos; nosso salário é o menor, em relação aos outros. São poucas aquelas que trabalham em um cargo de grande visibilidade, por isso parem de ter filhos aos montes, previnam-se.
    Porque uma coisa eu falo, tem várias pessoas que vieram aqui e postam índices retirados da internet. O meu é algo pessoal, que o tempo jamais poderá apagar! Porque contra fatos vivenciados não há argumentos.

    ResponderExcluir
  51. Faz pouco tem que que namorei com uma negra, sou branco de olhos claros e ela era amiga de minha irmã, era mais velha que eu. Terminamos porque ela era muito bitolada com conversas de machismo, movimento negro e tudo nela era isso. Acabamos terminadno, mas confesso que sinto falta da família dela que me acolheu bem. Não penso em voltar com ela, pois esfriou.

    ResponderExcluir
  52. Sou negra e sou noiva de um branco, sou jovem, porém sempre namorei brancos. Acho negros interessantes, mas sempre achei brancos mais bonitos, isto não me torna racista, só tenho uma inexplicável (ou até antropologicamente/ socialmente explicável) preferencia, e acredito que muitos homens negros (homens brasileiros em geral) tem. Antes ficava um pouco bitolada, achava que ninguém nunca iria me achar bonita, nunca iria "ganhar" da loirinha de olhos azuis com cara de boneca, errei. O problema da mulher negra e até mesmo no homem negro é essa bandeira cheia de história triste que defendemos. Não digo para esquecermos nossa essência, nossa cultura, mas poxa, antes de negros somos seres humanos. Antes eu ficava insegura com meu noivo, sou um estepe? Se uma mulher branca aparecer eu vou perde-lo? Parei, parei de neura, o coitado sofre tanto quanto eu. No meio dos homens negros ele é o cara branco que roubou a negra, ele é o "senhor de engenho" que quis me colocar na casa grande. Sinto muito senhores (as) o problema do racismo esta em ambos os lados, negros e brancos. E daí que os negros acham as loiras bonitas, e daí que elas tem "vantagem" e daí o que as estatísticas dizem? As vezes nós negras temos tanto medo de nos ferirmos que construímos um muro e não permitimos que ninguém entre, este é o verdadeiro problema. Ser vista como objeto sexual? Como gostosa? Como mulher quente? Tanto faz pra mim, sei quem sou, sei entrar, sei sair e a partir deste momento ninguém faz de mim o que quiser. Existem homens e mulheres idiotas em todo lugar, imagine se todo homem negro se sentisse ofendido quando mulheres o procuram por sua pegada, por sua sensualidade, por seus "dotes". Usemos o que nos foi dado a nosso favor, e um dia desses, em alguns desses caminhos da vida, vai surgir o cara, que vai nos valorizar justamente por sermos como somos, negras, diferentes, gostosas, quentes, neuróticas e fortes.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  53. sinto muito falar isso vc(s) podem ate não gostar do meu comentario mas la vai:.......eu tenho a pele do tom canela e tenho os tracos faciais finos tenho 28 anos e nunca gostei de homens negros e mulatos para relacionamento amoroso......a maioria sao metidos se acham e sexualmente sao muito agressivos.... muitos adoram viver enfurnados nos pagodes sambas e funks da vida e o numero de homens negros e mulatos que bate nas suas mulheres e maior do que o numero de homens brancos(o homem estrangeiro europeu embora muita gente os considere frios eles sao bem mais reservados tem mais cultura do que os brasileiros em geral e sem contar que eles sao menos machistas e tambem. sao quentes e carinhosos sexualmente sem a agressividade sexual dos homens negros) que bate nas suas mulheres muitos nao tem cultura ...as mulheres pardas e mulatas quando tem tracos finos sao completamente diferentes umas das outras ex: sheron menezzes ,tais araujo, ildi silva ,beyonce e kat graham todas essas mulheres que citei tem feicoes finas e algum europeu na familia ...agora as pessoas que tem feicoes grossas sao muito parecidas umas com as outras e pessoas bonitas tem em todas as etnias mas todas tem feicoes finas/ou medias e harmoniosas( por ex a nayara(globeleza2014 e feia olhos esbugalhados e muito separados um do outro e boca estranha rosto assimetrico e olhar de debochada ) ja a lupita nyong ' o e bonita tem olhos e boca bonita e um rostinho meigo e harmonico e muito classuda e elegante) e para relacionamento amoroso eu so gosto de gringos/estrangeiros europeus, hispanicos e tambem alguns com ascendencia medio oriental(arabe) e isso e questao de gosto pessoal

    ResponderExcluir
  54. Olá, primeiro parabéns a dona desse blog..... Quero deixar meu comentário.... Também sou negra ,e infelizmente existe muito preconceito de ambos lados, por que é negro ou por que é branco, triste realidade.....Namoro um europeu , que me trata muito bem como verdadeira mulher, passamos na rua e nós olham estranhos, por que a sociedade não aceita, e eu quero mais que a sociedade se lasque,sou feliz sendo quem eu sou, e estando com quem estou , o resto não me interessa o que vão pensar.....E se um dia ,acontecer de namorar um negro, tbm namoraria numa boa.....Agora concordo quando muitos dizem , que nós procuram por achar + quentes ou fogosas , só que isso para min é conversa..!!! Vai muito da mulher no meu ponto de vista....

    ResponderExcluir